Menu
Busca quarta, 14 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
CAPITAL

Serial Killer que confessou 16 mortes viu mãe ser assassinada pelo padrasto, diz promotor

15 setembro 2018 - 18h23Por Da redação

Luiz Alves Martins Filho, conhecido como Nando que confessou ser o autor de ao menos 16 mortes em Campo Grande esteve julgamento nesta sexta-feira (14), na Capital. O promotor de justiça Douglas Oldergardo disse que Nando viu a mão ser assinada pelo padastro. 
Ele  é acusado de “agir por motivações próprias”. Um jardineiro apoiaria o autor.  

Sobre o fato de ter presenciado o assassinato da mãe, o promotor disse que na ocasião, o ambiente que Nando presenciou teria ficado cheio de sangue. Anos depois, ao iniciar as mortes em série, ele contou com a ajuda de mais duas pessoas, já que começava a matar e saía para fazer a cova, quando as vítimas ficavam ensangüentadas e ele “não gostava de ver”, ainda conforme o promotor, de acordo com o divulgado pelo G1 MS.

Quando as investigações da Delegacia Especializada em Repressão à Homicídios (DEH) começaram, os policiais perceberam que ele não agia sozinho. “Foi feito um trabalho árduo, de esclarecimento do crime e da organização dos envolvidos, que rendiam as vítimas e cometiam as mortes com arma, faça, chave de fenda e até corda para enforcamento”, explicou Oldergardo.

Também foram feitas perícias complementares nas ossadas e até nas cordas, com a intenção de entender se o objeto tinha capacidade de segurar um homem, sendo a resposta positiva.

O promotor disse ainda que Nando não pode ser considerado um pistoleiro, mas sim um assassino que “agia por motivações próprias”. “O Michel, que está sendo julgado hoje, é co-autor em 4 crimes. Juntos, eles têm varias confissões durante o inquérito policial”, finalizou.

Em junho deste ano, o comparsa de Michel, Nando, foi condenado a 18 anos e três meses de prisão, por um crime em 2016.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIMINALIZADA
Motorista que foge do local do acidente comete crime, decide STF
FUTEBOL
Funed inicia preparativos para grande final do 16º Interdistrital
DEVOLUÇÃO
Receita paga sexta-feira restituições do sexto lote do IRPF de 2018
CASA NOVA
Reforma e ampliação do Fórum de Nova Andradina será entregue dia 20
NOVOS CANAIS
Disque Lâmpada da Semsur agora terá número de WhatsApp e e-mail
PEDRO JUAN
“Arquivo vivo”, advogada executada na fronteira ameaçava autoridades
LAVA JATO
Após 3 horas, termina depoimento de Lula no caso do sítio de Atibaia
ELDORADO
Vereador morre em acidente na rodovia BR-163 próximo a Itaquiraí
UFGD
Projeto para construção de aeromodelos está com inscrições abertas
CAMPO GRANDE
Pedestre que teve perna esmagada em acidente morre em hospital

Mais Lidas

PEDRO JUAN
Advogada de narcotraficantes brasileiros morre após atentado na fronteira
PARAGUAI
Polícia paraguaia acredita que pistoleiros brasileiros mataram advogada
FRONTEIRA
Mulher é assassinada a tiros, quase um ano após execução do marido
PEDRO JUAN CABALLERO
Vídeo mostra momento em que advogada é atingida por pistoleiros