Menu
Busca quinta, 23 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Senado Federal aprova Estatuto do Desarmamento

10 dezembro 2003 - 09h04

O plenário do Senado aprovou na noite de ontem em votação simbólica o Estatuto do Desarmamento. O texto segue agora para sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De autoria do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), a nova lei cria regras rígidas para o porte e comercialização de armas de fogo no país de forma desestimular a sociedade brasileira a adquirir armas de fogo para defesa pessoal. Um dos pontos mais polêmicos do Estatuto é o referendo sobre a comercialização de armas de fogo no país. No primeiro domingo de outubro de 2005, a sociedade brasileira irá às urnas para dizer se quer que o país proíba totalmente a venda de armas em território brasileiro. Tão logo, foi aprovado o Estatuto, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) entregou projeto de decreto legislativo que autoriza referendo sobre a comercialização de armas de fogo, a se realizar no primeiro domingo de outubro de 2005. A Mesa encaminhou a matéria à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). A medida ainda precisa ser regulamentada por meio de decreto legislativo. "Acho que dois anos é tempo suficiente para que a sociedade escolha se quer ou não que a venda de armas continue no país. Não era possível deixar a data em aberto", disse o relator do Estatuto no Senado, César Borges (PFL-BA).  

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROCHEDO
Adolescente atira acidentalmente com espingarda e mata amigo de 13 anos
ECONOMIA
Variação do preço do gás de cozinha é de 22% em Dourados
PONTA PORÃ
Foragido da justiça de Goiás é capturado na fronteira
REGIÃO
Drogas e armas são apreendidas em Angélica durante operação
ECONOMIA
Governo pretende mudar período usado para corrigir salário mínimo
UNIVERSIDADE
Uems oferta 2.163 vagas no Sisu 2020 até domingo
SAÚDE
Brasil é o segundo em número de casos de hanseníase no mundo
NOROESTE DE MS
Policiais encontram mais de 125 kg de cocaína em tanques de combustível
PLEBISCITO
Senado do Chile devolve projeto sobre paridade de gênero à Câmara
DOENÇA
Ministério da Saúde descarta suspeita de caso de coronavírus no Brasil

Mais Lidas

UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
VILA ROSA
Homem morre após ser atingido por facada no pescoço em bairro de Dourados
EMPREGO
Empresa abre 136 vagas para classificadores de grãos em Dourados e região
CRIME
EXCLUSIVO: Sucessor de Minotauro é trazido para Dourados em meio a crise penitenciária na fronteira