Menu
Busca Segunda, 11 de Dezembro de 2017
(67) 9860-3221
Corpal - Dezembro 2017
AGRICULTURA FAMILIAR

Semaf entrega mudas de maracujá para produtores de Dourados

Semaf entrega mudas de maracujá para produtores de Dourados

06 Novembro 2017 - 16h50Por Assessoria

A Prefeitura de Dourados, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura Familiar (Semaf), em parceria firmada com a Embrapa e a Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) entrega aos agricultores familiares de Dourados as mudas de maracujá em mais uma etapa do projeto de fomento à produção da fruta no município.


Mais de 20 produtores recebem as 2,3 mil mudas para plantio nas propriedades que participam do projeto Maracujá Agroecológico. A ação busca a estruturação da cadeia produtiva do maracujá e a entrega das mudas é a quinta etapa de um processo que teve a produção das mudas, com estudo genético realizado pela Embrapa, a seleção dos produtores devidamente cadastrados na Semaf, a ministração de palestra com o tema “Cultura do maracujazeiro em sistema agroecológico” e o suporte para a preparação e análise do solo, das quais participaram especialistas da Semaf, Embrapa e Agraer, e dos produtores.


Segundo o secretário de Agricultura, Landmark Ferreira Rios, a meta é produzir pelo menos 20 toneladas de maracujá até os meses de março, abril e maio. “É uma injeção de ânimo ao setor com a geração de renda aos produtores e a inserção no mercado de uma quantidade do produto que leve a baixa do preço. Assim, ganha o produtor que permanece no campo, ganha o munícipe que tem um maracujá de boa qualidade mais acessível”, disse Landmark.


As mudas entregues são de maracujá do tipo Gigante Amarelo, Rubi do Cerrado e Sol do Cerrado. “Temos muitos pontos favoráveis ao cultivo do maracujá e de outras frutas, com clima e solo potenciais. Estas espécies são as mais adequadas a nossa região”, explicou o agrônomo José Joaquim, da Semaf.


Com a dotação de conhecimento e aplicação de tecnologias aos produtores, a meta da Semaf é que Dourados também caminhe para a independência na produção, não dependendo mais de trazer estes produtos de outras localidades.


Segundo o secretário Landmark Ferreira Rios, o entendimento de que o município e a região são potenciais produtores de plantas frutíferas se soma a necessidade de geração de emprego e renda e de aplicação de conhecimento que possuem os técnicos das entidades que tratam o assunto. “Solicitamos à Embrapa o aporte, tivemos na Agraer uma parceria e vamos trabalhando juntos com este planejamento para dar, literalmente, muitos frutos para que a nossa cidade evolua na produção agroecológica e venha ser autossuficiente em muitos aspectos. Potencial nós temos”, analisou Landmark.


Assim, a Semaf ataca um dos grandes entraves que o setor enfrenta que é a falta de especialização, e muitas vezes, de incentivo. O próximo passo será o fomento ao cultivo da goiaba, com os mesmos objetivos de aumento da produção e diminuição do preço no mercado local.

Deixe seu Comentário

Leia Também

APÓS PROTESTOS
Geraldo diz que manifestação sobre a Reforma é ato democrático
É LEI
Flagrado com cerol vai pagar multa em Dourados
SAÚDE
Uso inadequado de anabolizantes dão efeitos colaterais e oferece riscos à saúde
COMER BEM
Receita de Lasanha de frango cremosa
SUPENSO
Décor do dia: Beleza Suspensa
MAU TEMPO
Chuva adia final da 1ª Copa Indaiá/Grande FM para esta quarta-feira
MODA PRAIA 2018
Moda Praia 2018: saiba quais são as cores destaques da próxima estação
MACHU PICHU
Vai para Machu Picchu? Aguas Calientes é a ótima dica para passar a noite
ANO LETIVO
Educação divulga Calendário Escolar da Rede Estadual para 2018
MÚSICA
Geraldo Espíndola se apresenta nesta terça-feira com a Orquestra UFGD

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem encontrado no Potreirito foi morto com dois tiros
POLÍCIA
Ciclista morre após acidente no João Paulo II
DOURADOS
Assaltante “homem de ferro” foge após crime próximo a boate
POLÍCIA
Identificado morto na Linha do Potreirito
Identificado morto na Linha do Potreirito