Menu
Busca terça, 19 de março de 2019
(67) 9860-3221
AGRICULTURA FAMILIAR

Semaf entrega mudas de maracujá para produtores de Dourados

Semaf entrega mudas de maracujá para produtores de Dourados

06 novembro 2017 - 16h50Por Assessoria

A Prefeitura de Dourados, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura Familiar (Semaf), em parceria firmada com a Embrapa e a Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) entrega aos agricultores familiares de Dourados as mudas de maracujá em mais uma etapa do projeto de fomento à produção da fruta no município.


Mais de 20 produtores recebem as 2,3 mil mudas para plantio nas propriedades que participam do projeto Maracujá Agroecológico. A ação busca a estruturação da cadeia produtiva do maracujá e a entrega das mudas é a quinta etapa de um processo que teve a produção das mudas, com estudo genético realizado pela Embrapa, a seleção dos produtores devidamente cadastrados na Semaf, a ministração de palestra com o tema “Cultura do maracujazeiro em sistema agroecológico” e o suporte para a preparação e análise do solo, das quais participaram especialistas da Semaf, Embrapa e Agraer, e dos produtores.


Segundo o secretário de Agricultura, Landmark Ferreira Rios, a meta é produzir pelo menos 20 toneladas de maracujá até os meses de março, abril e maio. “É uma injeção de ânimo ao setor com a geração de renda aos produtores e a inserção no mercado de uma quantidade do produto que leve a baixa do preço. Assim, ganha o produtor que permanece no campo, ganha o munícipe que tem um maracujá de boa qualidade mais acessível”, disse Landmark.


As mudas entregues são de maracujá do tipo Gigante Amarelo, Rubi do Cerrado e Sol do Cerrado. “Temos muitos pontos favoráveis ao cultivo do maracujá e de outras frutas, com clima e solo potenciais. Estas espécies são as mais adequadas a nossa região”, explicou o agrônomo José Joaquim, da Semaf.


Com a dotação de conhecimento e aplicação de tecnologias aos produtores, a meta da Semaf é que Dourados também caminhe para a independência na produção, não dependendo mais de trazer estes produtos de outras localidades.


Segundo o secretário Landmark Ferreira Rios, o entendimento de que o município e a região são potenciais produtores de plantas frutíferas se soma a necessidade de geração de emprego e renda e de aplicação de conhecimento que possuem os técnicos das entidades que tratam o assunto. “Solicitamos à Embrapa o aporte, tivemos na Agraer uma parceria e vamos trabalhando juntos com este planejamento para dar, literalmente, muitos frutos para que a nossa cidade evolua na produção agroecológica e venha ser autossuficiente em muitos aspectos. Potencial nós temos”, analisou Landmark.


Assim, a Semaf ataca um dos grandes entraves que o setor enfrenta que é a falta de especialização, e muitas vezes, de incentivo. O próximo passo será o fomento ao cultivo da goiaba, com os mesmos objetivos de aumento da produção e diminuição do preço no mercado local.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Noiva de Latino, Jéssica Rodrigues posa nua e fala do empoderamento feminino
AQUIDAUANA
Adolescente é trancada dentro de casa e estuprada por quatro homens
DOURADOS
Projeto Palco para Todos retoma aulas para alunos da Reme em abril
ALCÂNTARA
Acordo permite aos EUA lançar satélites a partir do Maranhão
CRIME AMBIENTAL
Campo-grandense é multado por transporte de 500 litros de agrotóxicos
MARÇO
Petrobras anuncia 7º reajuste no preço da gasolina nas refinarias
PRECAUÇÃO
Brasileira estuprada por policiais em prisão na Bolívia é transferida
SIGA/MS
Mais de 90% das lavouras de soja já foram colhidas no Estado
COXIM
Corpo de homem que morreu após colisão de barcos é encontrado
LEÃO
Receita Federal recebeu 3,8 milhões de declarações do IR em 11 dias

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Família que morreu em acidente na BR-060 seguia para missa de colação de grau
BR-060
Morre no hospital terceira vítima de acidente na Capital
NAVIRAÍ
Corpo de foragido do semiaberto é encontrado em terreno baldio
SIDROLÂNDIA
Acidente entre carro e caminhão mata duas mulheres na BR-060