Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Sarney diz que o BC tem seus motivos para manter os juros em alta

27 janeiro 2005 - 14h00

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), declarou hoje que a indicação da ata do Comitê de Política Monetária (Copom) de que a taxa básica de juros pode voltar a subir é uma decisão técnica do Banco Central (BC) que faz parte do conjunto de estratégias adotadas pelo governo. "A decisão é técnica. Podemos até achar que seja exagerada, mas ele (o Banco Central) tem os seus motivos", afirmou. Sarney disse que no Brasil já é um hábito se atacar a instituição, enquanto em outros países os BCs não se verifica esse comportamento. Ponderou, entretanto, que os dirigentes do BC devem entender que "é impossível" manter por muito tempo as atuais taxas de juros. Lembrou, por outro lado, que o Banco "tem indicações técnicas certamente destinadas ao equilíbrio financeiro". O senador acrescentou que a taxa básica de juros é conjuntural e de curto prazo e os investidores fazem planejamentos de longo prazo. "O Brasil está caminhando bem e os juros no futuro tendem a cair", ressaltou. Sarney reconheceu, no entanto, que os juros altos criam imensas dificuldades para os empresários e para o povo principalmente que "paga tudo". "Mas em breve teremos um novo panorama", concluiu. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SÃO GABRIEL
Menino de 5 anos é internado em estado grave após ser atropelado
SAÚDE
Trote solidário: UEMS incentiva doação de sangue e cadastro de medula óssea
CAPITAL
Garçom lambe orelha de cliente em bar e é denunciado à polícia
SAÚDE
Disseminação de fake news sobre coronavírus preocupa especialistas
LÉO VERAS
Suspeito nega execução de jornalista e teme queima de arquivo
ESPORTE
GP Rochedo de Ciclismo abre inscrições para prova dia 15 de março
SÃO GABRIEL
Peão morre atingido por hélice ao consertar maquinário em fazenda
SANEAMENTO
Sanesul executa obras de esgotamento sanitário em Antônio João
TRÊS LAGOAS
Motorista fica preso nas ferragens após colisão entre caminhões na BR-262
MEIO AMBIENTE
Bachelet critica 'retrocessos significativos' na política ambiental no Brasil

Mais Lidas

MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira