Menu
Busca quarta, 26 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

28 dezembro 2003 - 08h19

O governo estadual publicou no Diário Oficial de 11-12-2003 decreto estabelecendo ponto facultativo em todas as repartições públicas estaduais no dia 2 de janeiro de 2004. A decisão assinada pelo governador Zeca do PT não incluiu serviços essenciais, como polícia, bombeiros e atendimento hospitalar, que vão funcionar normalmente. À véspera do Ano Novo - próxima quarta-feira -o ponto facultativo será a partir do meio-dia, com exceção dos serviços essenciais, que funcionam normalmente. No dia 12 deste mês foi publicada, no Diário Oficial, a resolução da Secretaria de Estado de Gestão Pública definindo os períodos de recesso do Natal, que aconteceu de 22 a 26 de dezembro, e do Ano Novo, que começa amanhã e vai até sexta-feira 2. Os servidores públicos foram divididos em dois grupos: um folgou no primeiro recesso e trabalha no próximo; e o outro, que trabalhou de 22 a 26 de dezembro, folga nesta semana. Também nesse caso os serviços essenciais funcionam normalmente.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Comprovantes para Imposto de Renda devem ser enviados até sexta-feira
MEIO AMBIENTE
Proprietário de rancho é autuado por pescar em rio durante a piracema
FERIADO
Hoje ainda é ponto facultativo nas repartições públicas de Dourados
EDUCAÇÃO
Resultado da inscrição para Fies e P-Fies sai nesta quarta-feira
SAPUCAIA
Homem é encontrado morto às margens de rodovia após sair de lavoura
CIDADES
Agências bancárias reabrem às 12 horas desta quarta-feira de Cinzas
SAÚDE
Brasil registra o primeiro caso positivo do Novo Coronavírus
INOCÊNCIA
Jovem de 18 anos é assassinado a facadas durante festa de Carnaval
TEMPO
Quarta-feira nublada com possibilidade de chuva em Dourados
COPA DO BRASIL
Águia Negra treina em São Paulo para jogo contra Ferroviária

Mais Lidas

DOURADOS
Ex-prefeito de Amambai não resiste e morre no Hospital do Coração
MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
ATENTADO
Aeronave pousa em Dourados e fica a disposição de Lanzarini
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar