Menu
Busca quinta, 19 de abril de 2018
(67) 9860-3221
BANNER CRA

Reforma da previdêmcia eleva contribuição ao INSS

17 dezembro 2003 - 11h11

A reforma da Previdência, que deve ser promulgada na próxima sexta-feira pelo Congresso Nacional, já muda o teto de contribuição do INSS. O desconto máximo nos salários passa de R$ 205,62 para R$ 264 --R$ 58,38 a mais por mês.Vai pagar mais quem contribui com o salário de referência do teto. A mudança afeta quem recebe mais de R$ 1.869,34, que paga uma alíquota de 11%. Uma pessoa com renda mensal de R$ 2.000 pagava, até este mês, R$ 205,62 --os 11% sobre R$ 1.869,34 (antigo teto). A partir de agora, vai pagar R$ 220 --11% sobre os R$ 2.000, já que seu salário é inferior ao novo teto de R$ 2.400. Para quem tem salário igual ou maior que R$ 2.400, a contribuição sobe de R$ 205,62 para R$ 264.Como o benefício é resultado da média das 80 últimas melhores contribuições, o próprio ministério da Previdência já estima que, para se chegar aos R$ 2.400 integrais, uma mulher deveria contribuir por 24 anos a partir de agora, e um homem, por 28 anos.Para começar a valer o novo teto, o texto da reforma deve ser publicado no "Diário Oficial" do Congresso, o que pode ocorrer sexta ou segunda. Não é preciso sanção do presidente. O desconto maior será proporcional. Se o texto for publicado na segunda, dia 22, por exemplo, vale o desconto maior apenas nos nove dias seguintes para o término do mês.Outra medida que começa a valer com a promulgação é o desconto de 30% para as novas pensões de servidores públicos acima de R$ 2.400. O redutor de 30% é aplicado ao valor excedente aos R$ 2.400. A taxação de 11% dos servidores começa a valer 90 dias após a promulgação. As regras para a taxação serão estabelecidas na PEC paralela.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BIOMETRIA
Cadastro biométrico não é obrigatório no interior de MS para eleições 2018
DOURADOS
Pré-candidata a vice-presidência pelo PSOL visita Dourados nesta sexta-feira
ITAHUM
Prefeitura realiza ação social no Assentamento Lagoa Grande
POLÍTICA
Supremo retoma julgamento sobre pedido de liberdade de Maluf
REEDUCANDOS
Presídios de MS vão receber 1,1 mil vagas em cursos profissionalizantes para detentos
PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO DO CÂNCER
Délia encaminha instalação de unidade provisória de ‘Hospital de Amor’ em Dourados
IMPOSTO DE RENDA
Apenas 46,75% dos contribuintes entregaram declaração
DIA DO ÍNDIO
Prefeita Délia é recebida com festa pela comunidade indígena
MALHA VIÁRIA
Investimento na MS-156 diminui tempo da viagem pela metade
MINAS GERAIS
Brumadinho guarda uma das maiores preciosidades cultural e natural do país

Mais Lidas

ITAPORÃ
Mortos em troca de tiros após assalto eram de Dourados
SEGURANÇA PÚBLICA
Em comunicado, PCC convoca integrantes para “alerta geral”
TENSÃO EM MS
Presos tentam impedir pente-fino na PED, mas agentes fazem ‘limpa’
DOURADOS
Após invadir Ceim, dupla ameaça vigia de morte e rouba equipamentos