Menu
Busca domingo, 23 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Redução de 23,2% no número de crianças indígenas desnutridas

01 março 2005 - 15h54

Uma avaliação feita no final de semana pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa) indicou redução no número de mortes por desnutrição infantil em aldeias indígenas no estado do Mato Grosso do Sul. De acordo com o diretor do Departamento de Saúde Indígena, Alexandre Padilha, 23,2% das crianças desnutridas saíram dessa situação nos primeiros meses do ano. Em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional AM, Padilha citou também a redução no número de reincidências na região de Dourados (MS): "Nós temos dados que mostram uma queda do que chamamos de reincidência das crianças que eram internadas no Centro de Recuperação Nutricional. Elas saíam, voltavam para a aldeia e 60% delas logo retornavam doentes. Hoje, essa reincidência está em 10%."Segundo o diretor, no entanto, a situação ainda "preocupa a todos e nós temos que manter a sociedade e a comunidade indígena mobilizadas para isso". Ele citou outros avanços: "Em 2004 atingimos a menor taxa de mortalidade infantil em povos indígenas, de 47 por mil nascidas vivas. Em 2002, eram 56 por mil, mas a taxa é muito alta se comparada com o restante da população brasileira". As ações desenvolvidas pela Funasa desde o início do ano foram apontadas por Padilha como fundamentais para os resultados. Entre elas, lembrou o acompanhamento dos casos nas aldeias

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Governo facilitará exportações de produtos voltados à Defesa
BRASIL
Síndrome metabólica em adolescentes é tema de pesquisa da Capes
DOURADOS
Campanha sobre tuberculose e hanseníase será realizada em março
POLÍCIA
DOF flagra cinco com 400 quilos de contrabando em Dourados
BRASIL
Trabalho infantil aumenta 38% durante o carnaval; saiba como denunciar
STF
Liminar garante ao RS fixar contribuição previdenciária de militares sem sanções por parte da União
DOURADOS
Com ponto facultativo, sessão da Câmara foi antecipada
MS
Um dos pilares da ressocialização, a religião promove ambiente de fé em presídios
ESTADO
Judiciário de MS retomará expediente na quinta-feira
MUNDO
Cientistas descartam que novo vírus tenha origem em mercado em Wuhan

Mais Lidas

WEIMAR TORRES
Mulher morre após bater em carro que roletou avenida
JARDIM GUAICURUS
Jovem resgatada foge da UPA e tenta subir em torre mais uma vez
FÁTIMA DO SUL
Polícia prende homem que matou namorada a marteladas
FRONTEIRA
Suspeitos de matar jornalista são presos em operação