Menu
Busca domingo, 16 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Receita ensina contribuinte como regularizar o CPF

01 janeiro 2004 - 16h53

O que fazer quando, ao abrir um crediário para as compras de fim de ano ou mesmo depois do Natal, descobre-se que o CPF está em situação irregular ou foi cancelado? O primeiro passo para regularizar a situação e fazer as pazes com o Leão é verificar se todas as declarações foram prestadas a partir de 1998, seja o contribuinte isento ou não. A declaração é obrigatória para todas as pessoas que têm CPF (Cadastro de Pessoa Física).E mesmo aquelas que não receberam um único centavo durante um determinado ano devem prestar contas ao fisco. A exceção é para aqueles que tiraram o CPF recentemente. São dois os tipos de declaração, segundo informações da Receita Federal: a Declaração de Isento e a Declaração de Ajuste Anual. O Isento é o contribuinte que recebeu rendimento tributável (trabalho assalariado, não assalariado, proventos de aposentadoria, pensões, atividade rural, aluguéis etc.) cuja soma total ficou em no máximo R$ 12.696. Já a Declaração de Ajuste Anual deve ser feita por todos os que receberam acima deste valor. Também é incluído nesta situação quem recebeu rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00. Outra situação é a de quem participou do quadro societário de empresa, inclusive inativa, como titular, sócio ou acionista, ou de cooperativa. A regularização da situação do isento, que está ameaçado de ter o CPF cancelado, é a mais simples. Basta se dirigir ao Banco do Brasil, à Caixa Econômica ou aos Correios e pagar uma taxa de R$ 4,50, depois de fornecer os dados obrigatórios. No caso do contribuinte obrigado a entregar a Declaração de Ajuste Anual, porém, a situação é mais complicada. Isto porque quem entrega a declaração após o prazo previsto fica sujeito ao pagamento de multa por atraso, de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, incidente sobre o imposto devido, ainda que integralmente pago, observados os valores mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido. Se não houver imposto devido, a multa passa a ser de R$ 165,74. A multa é calculada entre a data fixada para a entrega da declaração a cada ano (geralmente o último dia útil de abril) e o mês em que o contribuinte efetivamente enviou as informações. Para entregar a declaração de anos anteriores, a Receita Federal recomenda a utilização do formulário ou o programa relativo ao exercício correspondente à declaração, disponíveis nas unidades da Secretaria da Receita Federal ou na Internet (www.receita.fazenda.gov.br). O documento deve ser entregue nas unidades da Secretaria da Receita Federal, nos postos do Ministério das Relações Exteriores localizados no exterior, ou pela Internet. A Receita Federal prevê o cancelamento de 8 milhões de CPFs de contribuintes que deixaram de entregar a Declaração de Isento em 2002 e 2003. No ano de 2002, foram cancelados 10 milhões devido à falta de entrega da Declaração por dois anos consecutivos. O objetivo do governo ao excluir os registros irregulares e inativos é retirar de circulação os CPFs de pessoas mortas, os falsos ou com duplicidade. Atualmente, existem cerca de 136 milhões de inscrições, das quais mais de 70 milhões regulares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASA DE LEIS
Sessões, CPI e capacitação de servidores são os destaques da semana na Alems
POLÍTICA
Alto escalão do governo terá desempenho avaliado a partir de abril
ESPORTES
Final de semana de medalhas para judô brasileiro
CUIDADOS
Com riscos a saúde humana, pragas urbanas podem ser evitadas
REGIÃO
Maconha que seria levada para o Ceará é apreendida em MS
CONTRABANDO
PRF apreende de 2 toneladas de agrotóxicos escondidos em carga de leite
SAÚDE
Cai para três número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil
CORUMBÁ
Escolas de samba realizam pré-desfile neste domingo
CAMPEÃO
Trio decide, Flamengo domina o Athletico-PR e conquista a Supercopa
DROGAS
Duas mulheres são presas por tráfico em ônibus que passava por Dourados

Mais Lidas

VILA SÃO BRÁS
Venezuelanos são flagrados consumindo maconha em bairro de Dourados
HARRISON DE FIGUEIREDO
Adolescente é detido e jovem é presa por tráfico, receptação e posse
DOURADOS
Dupla é presa por porte e posse ilegal de arma de fogo
FURTOS
Ladrões fazem “arrastão” e levam motos em Dourados