Menu
Busca quarta, 22 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Reajustes salariais do 1º semestre são os melhores desde 1996

17 agosto 2006 - 12h16

As negociações salariais do primeiro semestre foram as melhores já obtidas pelos trabalhadores no período desde pelo menos 1996, ano em que o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) iniciou a pesquisa sobre reajuste salarial.Das 271 negociações para recomposição salarial acompanhadas pelo Dieese nos primeiros seis meses deste ano, cerca de 96% fecharam acordos de reajustes iguais ou superiores à inflação medida pelo INPC (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), calculado pelo IBGE.O resultado das negociações deste ano mostra um avanço em relação a igual intervalo de 2005, quando a proporção dos reajustes capazes de ao menos repor as perdas inflacionárias foi de 85,1%.O levantamento mostra ainda que das negociações acompanhadas no primeiro semestre 82% asseguraram reajustes salariais superiores ao INPC, 14% a recomposição da inflação e 4% percentuais insuficientes para recuperar as perdas salariais acumuladas desde a data-base anterior.Por setores econômicos, as negociações acompanhadas no primeiro semestre resultaram em maiores reajustes salariais no comércio, onde 91% das categorias conseguiram recomposições superiores ao INPC.Na indústria, esse percentual equivale a 84% e no setor de serviços, a 77%.Segundo o Dieese, vários fatores contribuíram para o bom desempenho das negociações, como a expansão do mercado consumidor interno, estimulada pela maior oferta de crédito, pelo efeito dos programas sociais dos governos estaduais e federal e pelo impacto dos últimos aumentos reais do salário mínimo oficial."Além dos esforços empreendidos pelo movimento sindical na busca de ganhos salariais, o crescimento da economia nacional, embora ainda insuficiente para suprir as necessidades que se colocam, tem colaborado para a realização de negociações vantajosas para os trabalhadores nos últimos três anos", avalia o Dieese.Para fazer o levantamento, o Dieese compara os reajustes com o INPC acumulado nos 12 meses anteriores a cada data-base, pois é o índice mais usado nas negociações e serve para corrigir o salário mínimo e benefícios previdenciários."A negociação de reajustes salariais tem sido favorecida pelos baixos patamares das taxas de inflação, que seguem em declínio. De pouco mais de 5% no acumulado dos 12 meses anteriores à data-base referente a janeiro, a 2,75%, para a de junho, propiciando, inclusive, a conquista de aumentos reais de salários."

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO
Nigeriano é preso em ônibus após engolir 45 cápsulas de cocaína
DOURADOS
Guarda Municipal prende autor de homicídio na Vila Rosa
RECORDE
Produção de petróleo do Brasil atinge 1 bilhão de barris pela 1ª vez
MIRANDA
Motoristas são presos na BR-262 com carretas roubadas em São Paulo
PRAZO
Últimos dias para pequenos negócios quitarem dívidas com o Simples
CAMPO GRANDE
Jordaniano é encontrado com chave de fenda cravada ao peito em hotel
SAÚDE
Anvisa decide simplificar acesso a medicamentos de canabidiol
ESPORTES
Com vistorias concluídas, abertura do Morenão será decidida até sexta
POLÍCIA
Policial militar e colega são presos com eletrônicos contrabandeados
DOURADOS
Prefeitura promove mutirão de limpeza e serviços no Jardim Canaã 3

Mais Lidas

UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
EMPREGO
Empresa abre 136 vagas para classificadores de grãos em Dourados e região
POLÍCIA
Mulheres são presas com malas ‘recheadas’ de maconha no Jardim Santo André
POLÍCIA
Participante de fuga em massa no Paraguai é recapturado em MS