Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Ramez Tebet diz que municípios continuarão de pires da mão

23 dezembro 2003 - 12h09

O senador Ramez Tebet (PMDB/MS) previu ontem, durante pronunciamento na tribuna o Senado, que os municípios brasileiros continuarão amargando o prejuízo, a exemplo dos pequenos estados, em decorrência da aprovação da reforma tributária, aprovada pelo Congresso. Segundo o senador, a proposta do governo federal aponta prejuízos, principalmente, para a região Centro-Oeste. “Não por acaso, os municípios continuarão a pontuar sua fragilidade, o que significa que continuarão de pires na mão a depender dos entes mais fortes”, criticou. Tebet disse que a reforma não contribuiu para modernizar e nem para dar força à União, aos estados e aos municípios. Em Mato Grosso do Sul, por exemplo, a maioria dos 77 municípios passa por dificuldades em decorrência das sucessivas políticas econômicas adotadas pelo governo federal. A queda no repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) registrada entre maio e julho deste ano e o corte de verbas contingenciadas no Orçamento da União de 2003, causaram um rombo nas finanças das prefeituras, conforme atesta a Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul). Por causa disso, muitos prefeitos estão em dificuldades para pagar a folha de dezembro e o décimo terceiro salário dos servidores públicos municipais. Na avaliação do senador, a reforma não contribuiu para modernizar o País no aspecto fiscal, mantendo prerrogativas que beneficiam apenas os estados mais ricos.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Pai que matou filho afogado também responderá por tentativa de homicídio
NOVO PADRÃO
Termina prazo extra para placa do Mercosul entrar em vigor no Brasil
PARAGUAI
Justiça solta 4 agentes penitenciários presos após fuga de 76 detentos
BRASIL
PF encontra mensagens com ameaças a ministros do Supremo
CAPITAL
Polícia identifica marca em touro descontrolado e tenta rastrear dono
UFGD
Seminário de Literatura e Arte Contemporânea acontece em abril
PARANAÍBA
Carreta é encontrada em chamas e polícia investiga ação criminosa
POLÍTICA
Bolsonaro diz que espera enviar reforma administrativa esta semana
FRONTEIRA
Pistoleiros do PCC são suspeitos de envolvimento na execução de jornalista
EDUCAÇÃO
MEC busca alternativa para voltar a emitir carteira de estudante

Mais Lidas

DOURADOS
Ferido com tiro no peito, entregador chega pilotando moto na UPA
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia
DOURADOS
VÍDEO: Internos 'batem grade' e queimam colchões em princípio de rebelião na Unei
FRONTEIRA
Festa termina com aniversariante e convidado assassinados por pistoleiros