Menu
Busca sábado, 23 de março de 2019
(67) 9860-3221

Puccinelli afasta diretores da Águas Guariroba

23 dezembro 2003 - 11h46

A Prefeitura de Campo Grande afastou oficialmente hoje da Águas Guariroba, concessionária dos serviços de água e esgoto da cidade, Feliciano Antônio Mendez e Federico Prats Salmuri, respectivamente diretor operacional e comercial da empresa. No mesmo decreto, de número 8.836, o prefeito André Puccinelli (PMDB designa os servidores Ivan Pedro Martins e Ivan Jorge Cordeiro par responder temporariamente pelos dois cargos.Desde o dia 19 a Águas Guariroba está oficialmente sob intervenção da Prefeitura de Campo Grande. A empresa estaria revendo as metas de investimentos no sistema, podendo infringir o contrato de concessão e contrariando as orientações da administração municipal. A Águas é administrada pela Agbar (Águas de Barcelona). Os altos salários dos diretores e a remessa de recursos locais para a Espanha também são problemas apontados contra a concessionária.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Agehab vai aos bairros para regularização de loteamentos sociais
PONTA PORÃ
Adolescente é apreendida com maconha que levaria para São Paulo
LUTO
Ator e diretor Domingos Oliveira morre aos 83 ans no Rio de Janeiro
FUTEBOL
Paquetá marca, mas Brasil só empata com Panamá em amistoso
BRASIL
Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação, mostra monitoramento
IVINHEMA
Médico veterinário morre em acidente de moto na MS-276
CICLISMO
Desafio das Araras de Mountain Bike abre inscrições para 2ª etapa
TRÊS LAGOAS
Homens tentam dar calote de R$ 4,5 mil em boate e acabam na delegacia
VIOLÊNCIA
Líder rural é assassinada a facadas em assentamento no sudeste do Pará
DOURADOS
Homem é assaltado por trio quando trafegava próximo ao shopping

Mais Lidas

HU
Dengue hemorrágica causa morte de menino de 11 anos em Dourados
LUTO
Fundadora da ADL, Ruth Hellman morre em Dourados
DOURADOS
Protesto contra a Reforma da Previdência leva centenas ao Centro
DOURADOS
Trio que matou e roubou cabeleireiro é condenado a 62 anos de cadeia