Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2019
(67) 9860-3221

PT vai decidir domingo sobre expulsão de parlamentares

08 dezembro 2003 - 16h02

Os 81 membros do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) vão decidir no próximo domingo (14), quando estarão reunidos, em São Paulo, pareceres dos cinco membros da Comissão de Ética e Disciplina do PT, com a indicação de expulsão da senadora Heloísa Helena (AL) e dos deputados Babá (PA) e Luciana Genro (RS), por desobediência à orientação partidária e voto contra as reformas do governo.A reunião do Diretório Nacional servirá também para uma avaliação sobre um ano de governo Lula, o que tomará os debates no sábado (13) e domingo (14).Sem ter passado pela Comissão de Ética, o Diretório decidirá também denúncia contra o deputado João Fontes (SE), por ter divulgado à imprensa uma fita com a gravação de uma conversa do presidente Lula com parlamentares do PT, também com indicativo de expulsão.O presidente nacional do PT, que presidirá a reunião do Diretório Nacional, ex-deputado José Genoíno, não está em Brasília hoje, mas a posição da direção partidária foi demonstrada pelo deputado Paulo Delgado (MG) que, em nome do partido, respondeu por escrito a críticas feitas por alguns intelectuais estrangeiros, como o escritor americano Noam Chomsky e o cineasta Ken Loach, entre outros, publicadas sexta-feira no jornal inglês “Socialist Resistance”.Na resposta às críticas internacionais de que o PT “perdeu sua tradição de democracia, de pluralismo e tolerância”, referindo-se à iminente expulsão dos quatro parlamentares petistas, Paulo Delgado, secretário executivo de relações internacionais do partido, respondeu que “para ser tolerante é preciso saber o que é intolerável” e, citando exemplos do passado, como a expulsão de três deputados que votaram na eleição indireta de Tancredo Neves, pelo Colégio Eleitoral, em 1985, e a suspensão de Luiza Erundina enquanto ela foi ministra do governo Itamar Franco, Delgado afirma que os quatro parlamentares estão querendo passar por vítimas e estão confundindo “liberdade de opinião sempre com estado fugaz de avacalhação”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Luísa Sonza se esquiva sobre saúde de Whindersson em encontro com a imprensa
BRASÍLIA
Conselho de Comunicação analisa pacote anticrime e liberdade de imprensa
CULTURA
Festival traz a Bonito espetáculos de dança, Bossa Nova e performances contemporâneas
POLÍCIA
Bolivianos tentam passar pela fronteira com cocaína e acabam presos
INTERNACIONAL
Apagão atinge 47,4 milhões de pessoas na Argentina e no Uruguai
ESPORTE
Com página virada, Seleção Feminina faz primeiro treino em Lille
ASSALTO
Pastor marido de deputada federal é executado no Rio
CAMPO GRANDE
Arrastão e pancadaria em saída de festa termina com 6 adolescentes na delegacia
POLÍTICA
Presidente do BNDES pede demissão após críticas de Bolsonaro
SAÚDE
Em agosto, Governo do Estado e Hospital Regional reativam serviço de cirurgias bariátricas

Mais Lidas

POLÊMICA
Dono da Havan manda “recado” a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
DOURADOS
Jovem é preso com arma de fogo após disparar e errar tiros contra desafeto da mãe
CARUMBÉ
Morto em colisão frontal contra caminhão tinha 58 anos
DOURADOS
Polícia suspeita que grupo tenha assassinado tio e sobrinho na aldeia