Menu
Busca terça, 19 de junho de 2018
(67) 9860-3221

PT quer eleger de 25 a 30 prefeitos, diz Zeca

14 dezembro 2003 - 12h29

O governador Zeca do PT disse hoje que a meta do PT é eleger de 25 a 30 prefeitos. Políticos do partido administram 11 das 77 cidades de Mato Grosso do Sul, entre elas Dourados e Ponta Porã. Hoje, o partido escolhe candidatos à sucessão via prévias em 17 cidades, incluindo Campo Grande.Segundo o governador, haverá empenho para o fortalecimento político nos municípios. Ele citou que definidas as candidaturas, o PT vai agora avaliar alianças. Entre os partidos que são prioridade na articulação citou os que compõem a base aliada, com destaque para o PL, PTB e PDT.O governador já havia dito que será cabo eleitoral de todos os candidatos do PT e dos aliados onde o partido não tiver candidatura própria. As declarações do governador foram feitas há pouco, após ele votar na prévia em Campo Grande. Concorrem à indicação pelos filiados o deputado federal Vander Loubet e o estadual Pedro Teruel.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES 2018
Cadastro para atuar como Mesário Voluntário está aberto
PISO SALARIAL
Professor de Dourados ganha quase o dobro do nacional, garante prefeitura
LAVA JATO
STF começa julgamento de ação penal contra Gleisi e Paulo Bernardo
IMUNIZAÇÃO
A três dias do fim, campanha de vacinação contra a gripe ainda precisa alcançar 10,8 milhões de pessoas
FUTEBOL
Senegal aproveita bobeiras da Polônia e vence em Moscou
INCLUSÃO
Lei inclui servidores de ex-territórios nos quadros da União
LEGISLATIVO DE MS
Projeto obriga hospitais e maternidades a orientar pais para primeiros socorros
BRASILEIRÃO
Dois jogos abrem rodada da Série B nesta terça
DOURADOS
Bombeiros são acionados para combater incêndio na Linha do Potreirito
EDUCAÇÃO
ProUni oferece 174 mil vagas; inscrições começam dia 26

Mais Lidas

PARANHOS
Testemunha de atentado a prefeito é executada
SOLIDARIEDADE
Douradense busca ajuda para conseguir manter a família
DOURADOS
Polícia fecha boca de fumo e prende homem no Clímax
PARANHOS
Calote em venda de fazenda teria motivado atentado a prefeito