Menu
Busca sexta, 23 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
FAMOSOS

'Professor Girafales' se diz 'sem força' e doente: 'Quem poderá me defender?'

16 junho 2015 - 19h15

G1

Rubén Aguirre, ator que intepretou o Professor Girafales no seriado "Chaves", divulgou uma carta em que reivindica assistência médica da Associação Nacional de Atores do México (ANDA). Aos 81 anos, ele diz ter "sérios problemas de saúde". O texto intitulado "E agora, quem poderá me defender?" (referência ao personagem Chapolin) foi divulgado em redes sociais na segunda-feira (15).

"Como muitos de vocês sabem, nos últimos tempos meu estado de saúde e de minha esposa se debilitaram (...) É meu desejo fazer a opinião pública conhecer o desinteresse de meu sindicato, ANDA, em cumprir suas obrigações; no caso, prestar efetivamente uma atenção médica digna, à qual temos direito após ter cumprido como associado com minhas cotas", diz.

'Forças acabaram'

"Minhas forças se acabaram. Tenho lutado há dez anos por esse direito, porque há dez anos preciso dele", escreve. "Tenho 81 anos e, repito, tenho sérios problemas de saúde."

"Que essa carta sirva para mostrar a responsabilidade da Associação Nacional de Atores pelo detrimento da minha saúde e da minha esposa, e as consequências de desatenção. Apelo, uma vez mais, à consciência de algum defensor social que me apoie em minha luta para fazer valer esse direito básico", pede Rubén. Veja a carta original (em espanhol).

Ator de 'Rebelde' promete resposta

O ator Felipe Nájera (o Pascoal de "Rebelde"), que é secretário do ANDA, disse ao jornal "El Universal" que em 2014 se comunicou com Rubén sobre suas queixas, e no final do ano ele chegou a ser hospitalizado com auxílio da entidade. Mas Felipe reconheceu que o serviço tem falhas a serem corrigidas. Ele também disse que vai voltar a entrar em contato com o ator para resolver os problemas descritos na carta.

Em agosto de 2014, Rubén Aguirre foi internado no México com quadro de desidratação e anemia. De acordo com seu filho, Arturo Aguirre toma medicamentos há pelo menos duas décadas para controlar doenças renais e diabetes. "Nós o trouxemos arrastado, pois [ele] não queria vir", disse o filho sobre a internação. Ele acrescentou ainda que o pai estava "fraco e não conseguia se levantar".

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTE
Disputa no tênis e beach tennis agita fim de semana esportivo na capital
BRASIL
Ministra defende punição para quem fizer queimada ilegal
CULTURA
Dupla de MS faz show hoje em Barretos
GOVERNO FEDERAL
União é multada em R$ 90 milhões por se recusar a verificar agrotóxicos em água consumida por douradenses
CONSUMIDOR
Procon de Dourados fará campanha de negociação de débitos em setembro
CAGED
Dourados abre quase 300 novas vagas de emprego em julho
BRASIL
Atividade e emprego na construção atingem maior valor em seis anos
BR-267
Homem fura bloqueio e abandona carro com 100kg de maconha
2,7 KM
Restauração da Marcelino Pires ficou R$ 2,5 milhões mais cara com prolongamento
BRASIL
PF prende homem por compartilhar cenas de abuso sexual infantil

Mais Lidas

TRÂNSITO
Empresa desliga mais de 30 lombadas eletrônicas em Dourados após rescisão contratual
Hospital da Vida
Ao MPE, médico relata confusão total de informações em plantão com morte
DOURADOS
Veículo é consumido pelas chamas no Água Boa; veja vídeo
CRIME ORGANIZADO
Operação contra o PCC cumpre 30 mandados de prisão em cidades de MS