Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Problema no avião faz seleção paraguaia retornar a Assunção

25 março 2005 - 09h21

A seleção paraguaia, que viajava em um vôo fretado para Quito, onde enfrenta no domingo o Equador pelas eliminatórias sul-americanas da Copa-2006, precisou retornar a Assunção por causa de problemas no avião.
O comandante do vôo, Arnulfo Soley, informou que o pára-brisas da aeronave registrou uma rachadura depois de uma hora de vôo e eles optaram por retornar à capital paraguaia para evitar um problema maior.
O meia Angel Ortíz disse que vários de seus companheiros se assustaram com o incidente e só recuperaram a calma quando o avião aterrizou no aeroporto Silvio Pettirossi, em Assunção. O capitão da selecionado paraguaio, o zagueiro Carlos Gamarra, que já defendeu o Corinthians e o Internacional, disse que o "melhor é permanecer esta noite em Assunção, treinar e viajar amanhã para Quito."
O duelo em Quito vale a terceira colocação no classificatório sul-americano. As duas seleções têm 16 pontos e estão atrás apenas da líder Argentina (22) e da seleção brasileira, que totaliza 20. Agência Folha

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
‘Cassems Itinerante’ leva atendimento em Psiquiatria para Dourados e mais duas cidades
MANDADO DE PRISÃO
Em abordagem por pesca ilegal, PMA captura foragido da justiça
OPORTUNIDADE
Vale Universidade recebe inscrições a partir do dia 3 de março
LEGISLATIVO
Assembleia realiza audiência para apresentação de relatórios da Saúde
COVID-19
Desinfetante, álcool e água sanitária podem eliminar o Coronavírus
CAMPO GRANDE
Suposto receptador exige R$ 4 mil para devolver S-10 furtada
COTAÇÃO
Dólar fecha a R$ 4,44 e renova patamar recorde
SETE QUEDAS
Homem é preso com arma de fogo e munições em área rural
SUJEITO A PUNIÇÃO
Estados e municípios têm até domingo para informar gastos com saúde
UFGD
Universidade abre inscrições para aulas gratuitas de zumba

Mais Lidas

MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira