Menu
Busca quarta, 23 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
TRÊS LAGOAS

PRF prende comerciante que usava RG falso para evitar mandados de prisão

07 julho 2015 - 11h32

Na tarde de segunda-feira (6), por volta das 17h, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) de Três Lagoas, prendeu um rapaz com três mandados de prisão em aberto. Segundo informações da Rádio Caçula, no quilômetro 21 da BR-262, os policiais da PRF abordaram a Toyota Hilux, prata, placas de Três Lagoas-MS.

Como de rotina pediram os documentos dos ocupantes da caminhonete e notaram que o RG (Registro Geral) do passageiro aparentava ser falsificada. Em checagem no sistema, foi confirmado que o RG pertencia a outra pessoa.

O rapaz de 22 anos é comerciante de veículos, e afirmou que, há dois anos, comprou o documento falso pelo valor de R$ 500. Ele ainda revelou ter três mandados de prisão preventiva em aberto. O jovem é acusado de prática de associação criminosa.

O comerciante foi preso em flagrante pelo uso de documento falso e também para cumprimento dos mandados de prisão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Ex-BBB Michelly Crisfepe exibe barriga esculpida na web e recebe elogios
PAGAMENTO
Justiça suspende auxílio-mudança de parlamentares reeleitos
SAÚDE
Menino de 5 anos é diagnosticado com leishmaniose em Campo Grande
ECONOMIA
Aéreas brasileiras transportaram 103 milhões de passageiros em 2018
COXIM
Mulher não consegue falar com marido que é encontrado morto pela filho
UFGD
Concursos para docentes e técnicos divulgam candidatos isentos
ECONOMIA
Secretaria de Fazenda publica valor atualizado de Uferms para fevereiro
FORÇAS ARMADAS
Polícia recupera pistola de uso restrito desaparecida desde 2016
APRENDIZES-MARINHEIRO
Marinha abre inscrições para concurso com 1 mil vagas em todo país
ANASTÁCIO
Homem agride e furta dinheiro mãe para comprar bebida alcoólica

Mais Lidas

POLÍCIA
Homem morre após ser atropelado por Mini Carregadeira em Dourados
BRASILÂNDIA
Dono de casa de prostituição é preso por tráfico de mulheres
OPERAÇÃO PREGÃO
Ex-secretário de Fazenda João Fava Neto é preso na Capital
ENERGISA
Consumidores podem recorrer ao valor da conta de energia sem sofrer corte no fornecimento