Menu
Busca sexta, 21 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Presidente do TST é a favor de demissão de juízes

02 janeiro 2004 - 11h39

O vice-presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho), ministro Vantuil Abdala, concorda com o presidente da instituição, ministro Francisco Fausto, e defende a demissão de juízes que cometem irregularidades, além de uma sanção maior para as partes que recorrem indevidamente. Para ele, a morosidade do Judiciário pode ser resolvida desde que haja "vontade política". Vantuil, que assumirá a presidência do TST no dia 14 de abril, disse que pretende estabelecer mais súmulas, estimulando os tribunais regionais do trabalho a uniformizar suas jurisprudências. O ministro destacou como positiva a proposta de criação da Escola Nacional da Magistratura, que consta do projeto de reforma do Judiciário."Não há lei boa sem bons aplicadores. É um despropósito que um garoto recém-saído da faculdade, sem nenhuma experiência de vida, sem nenhum amadurecimento, simplesmente por ter sido aprovado num concurso puramente teórico, assuma, de imediato o exercício da magistratura e passe a decidir a vida das pessoas e o seu patrimônio", disse.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
PRF flagra mais de duas mil ultrapassagens proibidas em rodovias federais
TRATAMENTO
Servidor é indiciado por furtar computadores com projetos da Seinfra
CORONAVÍRUS
Brasil fiscaliza entrada de passageiros de 7 países da Ásia
ECONOMIA
Dólar tem leve alta nesta sexta e renova patamar recorde de fechamento
CAMPO GRANDE
Juíza busca parceria para ampliação do Família Acolhedora
DÁ TEMPO
Ainda não decidiu para onde ir no Carnaval? MS tem opção para todos os gostos
CIRCUITO DE SEGURANÇA
Polícia divulga imagens de penitenciária da fronteira em noite de 'fuga em massa'
BRASIL
Corpo do ex-PM Adriano é liberado para sepultamento após segundo exame
IMUNIZAÇÃO
Campanha de vacinação contra o sarampo segue até março
INTERIOR
Após perseguição, traficante abandona carro com 850kg de maconha em matagal

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher ameaça se jogar de torre no Jardim Guaicurus
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018
DOURADOS
Fechamento e promoções levam multidão a fazer fila em hipermercado
DOURADOS
Polícia vai ao Guaicurus e prende condenado por pedofilia