Menu
Busca quarta, 19 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Presidente do PT pede punição de vereadores em Ribas

04 dezembro 2003 - 14h01

O presidente do Diretório Regional do PT (Partido dos Trabalhadores) de Mato Grosso do Sul, Mariano Cabreira, denunciou hoje os vereadores de Ribas do Rio Pardo, José dos Santos Araújo e Wilson Aparecido dos Santos, ambos do PT, por infração ética e disciplinar. Ele argumenta que a atitude dos dois ao não votar na candidata do partido, Gláucia Hartelsberger Santana, nas eleições indiretas de Ribas do Rio Pardo, realizadas na última sexta-feira, caracteriza infidelidade e deve ser punida. Além de não votar na candidata do partido, Mariano flagrou os vereadores comemorando o resultado com eleição do adversário, o candidato do PPS Roberson Moreira. A comissão ética do PT foi instalada segunda-feira para avaliar a questão e os vereadores envolvidos tem 15 quinze dias para apresentarem a defesa. A deliberação sobre o relatório sai no próximo dia 17 de dezembro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COPA AMÉRICA
Pressionada após derrota, Argentina encara o Paraguai nesta quarta
RESERVA INDÍGENA
Casal é preso pelo assassinato de tio e sobrinho em Dourados
CAMPO GRANDE
Homem morre ao colidir moto na traseira de carro em rodovia
DOURADOS
Bancos, comércio, shopping; veja o abre e fecha do feriado de Corpus Christi
EDUCAÇÃO
Secretário de Educação Básica do MEC visita Escolas da Autoria em MS
FUTEBOL
Copa Feminina: Argentina e Escócia disputam vaga nas oitavas de final
NOTA FRIA
PF de MS faz operação contra contrabando em PR e São Paulo
DOURADOS
Reinaldo atende Marçal e anuncia R$ 25 milhões para recuperar ruas
UFMS
Universidade encerra inscrições para professores com salários de até R$ 19 mil
JUDICIÁRIO
Acusada de matar cunhado por motivo torpe vai a júri nesta quarta

Mais Lidas

FATALIDADE
Corpo de douradense é encontrado no rio Aquidauana
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
PARAGUAI
Homem escapa de sequestro, mas acaba executado por pistoleiros em posto
RESERVA INDÍGENA
Dois são presos suspeitos pelas mortes de tio e sobrinho em Dourados