Menu
Busca sexta, 22 de março de 2019
(67) 9860-3221

Prefeitos vão decidir se aceitam proposta de Transporte Escolar

09 dezembro 2003 - 17h01

Os prefeitos de Mato Grosso do Sul vão decidir na quarta-feira da próxima semana, dia 17 de dezembro, durante assembléia-geral convocada pela Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), se aceitam a proposta do governo para o transporte de alunos da rede estadual de ensino no ano letivo de 2004. Durante reunião ocorrida na manhã desta terça-feira na Casa Civil, o governo ofereceu cerca de R$ 12 milhões para a manutenção do transporte escolar no ano que vem, o que daria uma per capita (custo por aluno) de R$ 50, contra os R$ 17 milhões reivindicados pelos prefeitos, equivalente a R$ 80.  Além dos valores oferecidos, o governo se comprometeu em assumir a manutenção do setor em 22 escolas que tem linhas exclusivas de alunos da rede estadual. Após a terceira reunião consecutiva envolvendo as duas partes, o presidente da Assomasul, Dirceu Lanzarini (PL), resolveu convocar uma assembléia-geral para que os prefeitos decidam sobre se aceitam ou não os valores. Particularmente, Lanzarini acha que a proposta do Estado, apesar de ter avançado, está muito aquém da apresentada pelos municípios, mas entende que a decisão da assembléia é soberana. “Os prefeitos é que vão dizer se aceitam ou não”, disse, referindo-se ao encontro previsto para começar às 10h da próxima quarta-feira (17). Atualmente o valor repassado pelo Estado para os municípios custearem o transporte de alunos da rede estadual de ensino é de R$ 37 (R$ 30 em espécie e R$ 7 como cota de combustível). Na semana passada, durante rodada de negociação com os técnicos da Secretaria de Educação e da área econômica do governo, o Estado chegou a propor R$ 11 milhões por ano. Se não houver acordo, a Assomasul pretende deixar que o governo cumpra a Lei 10.709 (de 31 de julho de 2003), sancionada recentemente pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que obriga estados e municípios a transportar seus próprios alunos.  Os administradores alegam que, além de ter de transportar diariamente 31.892 alunos da rede municipal, as prefeituras atendem 27.254 estudantes matriculados das escolas estaduais, mas os recursos repassados atualmente não cobrem todas as despesas do setor.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Paolla Oliveira relaxa durante banho de mar: "água é vida"
SAÚDE
Após determinação do STJ, João de Deus é transferido para hospital
FUTEBOL
Uefa abre processo disciplinar contra Neymar por ofensa a ábitro
REFORMA
Devedores contumazes da União poderão ter CNPJ cancelado
UEMS
Curso de Libras Básico I abre inscrições na próxima segunda-feira
DANOS MORAIS
Justiça condena promotor a indenizar ex-presidente Lula em R$ 60 mil
JUSTIÇA
Shopping é condenado por danos morais em acusação falsa de furto
FÁTIMA DO SUL
Mulher é presa acusada de simulou sequestro para a própria família
TECNOLOGIA
Anatel inicia bloqueio de celulares 'piratas' em 15 estados no domingo
CAPITAL
Homem tenta matar a irmã com golpes de facão e acaba preso

Mais Lidas

HU
Dengue hemorrágica causa morte de menino de 11 anos em Dourados
DOURADOS
Tripla colisão deixa dois feridos em cruzamento movimentado
DOURADOS
Universitária morre no HV quatro dias após acidente de moto
RIO BRILHANTE
Dono de oficina baleado pela manhã morre no Hospital da Vida