Menu
Busca domingo, 09 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
CONSUMIDOR

Preço da gasolina dispara e beira R$ 4,30 em Dourados

Preço da gasolina dispara em postos de Dourados e beira R$ 4,30

07 novembro 2017 - 17h20Por Gizele Almeida

A gasolina comum alcançou o preço de venda por litro de R$ 4,299 em vários postos de combustíveis de Dourados. O valor “disparou” nas bombas em poucos dias, conforme constatado na tarde desta terça-feira (07) em pesquisa do Dourados News em diversos estabelecimentos e, segundo os comerciantes, o aumento de impacto decorre de alterações constantes de preço nas refinarias da Petrobrás.


O valor mais barato encontrado ao percorrer vários postos da cidade, foi de R$ 4,179 o litro da gasolina comum. Situação bem diferente de alguns meses atrás, quando o combustível chegou a ser encontrado até a R$ 3,49 no município.


O levantamento de preço da gasolina mais recente da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) realizado entre 22 a 28 de outubro, mostrava o valor médio do combustível em Dourados a R$ 3,90.

Diante disso, nota-se uma diferença de R$ 0,27 de reajuste se compararmos ao menor preço encontrado (R$ 4,179) e de R$ 0,39 se compararmos ao maior preço encontrado (R$ 4,299).


O proprietário de um posto de combustível, José Tarso Moro da Rosa, afirma que os aumentos ocorriam constantemente nas distribuidoras desde julho, no entanto, como eram em valores menores (cerca de 0,03 a 0,05) os comerciantes “seguravam” para não repassarem as bombas, o que segundo ele não foi mais possível.


“Todos os dias vinham ocorrendo aumento e pouquíssimas reduções de valores e noto que nós comerciantes estávamos ‘segurando’ para repassar, mas quando na semana passada o aumento foi de R$ 0,12 em média e mais R$ 0,20 nos últimos dias, não teve mais como segurar”, conta.


Para o empresário, o que tem refletido em reajustes constantes na Petrobrás e posteriormente nas distribuidoras são fatores como alta do dólar e alta do petróleo.


A contenção de aumentos por alguns meses também é apontada por Volmir Wiebusch, proprietário de um posto de gasolina, como um fator o qual não foi possível dar sequência recentemente.


“O aumento dos 15 últimos dias assusta o consumidor, mas também nos assusta, não foi mais possível não repassar as variações que vinham ocorrendo (entre R$ 0,04 e R$ 0,05) e a recente para as bombas”, diz.


Novo aumento já estabelecido


Para esta quarta-feira (08), a Petrobrás já anunciou reajustes de 2,5% no óleo diesel e 0,6% na gasolina. Este é sequencial ao aumento divulgado Na noite de ontem, válido para esta terça-feira (7) sendo de 2,3% para a gasolina e de 1,9% para o diesel.


Em nota, a Petrobras justificou o aumento que passou a vigorar hoje como consequência “do aumento das cotações dos produtos e do barril do petróleo no mercado externo, influenciado pela geopolítica internacional, assim como pela continuidade da política de contenção da oferta pela Organização dos Países Produtores de Petróleo (Opep)”.


Sobre o novo preço apontado para a quarta-feira (08), o empresário José Tarso aponta que “é preciso aguardar o comportamento do mercado”. 


O reajuste no preço da gasolina nas refinarias é o quarto consecutivo concedido pela estatal este mês. Depois de iniciar outubro em queda (-0,2%), a gasolina subiu 0,9% no dia 2 e 3,6% no dia 4. Já o diesel, que também havia começado o mês em queda - 0,4% - já acumula três aumentos no mês.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BANDEIRANTES
Veículo desgovernado invade canteiro de obras e mata trabalhador na BR-163
DOURADOS
Por força judicial, terceira sessão para definir Mesa Diretora da Câmara é cancelada
CONGRESSO
CPI dos Maus-tratos encerra trabalhos com propostas polêmicas
RORAIMA
Intervenção deverá valer a partir de amanhã até 31 de dezembro
Interventor prepara plano de ação a ser apresentado a Temer
CORUMBÁ
Mulher descobre traição e acaba agredida a pauladas pelo marido
SAÚDE
"Revolução sexual” contra impotência faz 20 anos em 2018
Médicos celebram disponibilidade de remédios para tratar disfunção
CAPITAL
Homem tem o carro incendiado após enteado pegar veículo sem autorização
PRESIDENTE ELEITO
Bolsonaro afirma que irá propor mudanças no sistema eleitoral no 1º semestre de 2019
LEVANTAMENTO
Brasil tem 5,2 milhões de crianças na extrema pobreza e 18,2 milhões na pobreza
ECONOMIA
Inflação cai ao menor nível desde 1994
Indicador fechou novembro com queda de 0,21%. Produtos importantes, como combustíveis, ficaram mais baratos

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Idosa é espancada, esfaqueada e vai parar na UTI após assalto em Dourados
DOURADOS
Vereadores voltam a “sumir” e eleição da Mesa da Câmara é adiada mais uma vez
DOURADOS
Presos na Cifra Negra devem ser transferidos ainda hoje à PED e delação não é descartada
DOURADOS
Polícia cumpre todos os mandados de prisão em ação que investiga corrupção na Câmara