Menu
Busca terça, 17 de julho de 2018
(67) 9860-3221

População do Jardim Climax reclama de descaso da Prefeitura

12 agosto 2002 - 14h19

A população do Jardim Climax, que mora no início da rua Cuiabá, próximo ao Parque do Lago, denunciaram hoje pela manhã, que várias reivindicações dos moradores daquela região não estão sendo atendidas pela Prefeitura de Dourados. Como está localizada em uma região de fundo de vale, não possui asfaltamento e o sistema de galeria de águas pluviai existente não resolve o problema quando as chuvas são mais torrenciais. A principal reclamação é a invasão das águas nas casas, que além do desconforto, tem causado prejuízos aos móveis e utensílios.
Já foram feitos vários pedidos para um cascalhamento, mas um funcionário da Prefeitura informou ao solicitante, que se os moradores comprarem cargas de entulhos, eles mandam uma máquina espalhar. Segundo o presidente da Associação de Moradores do bairro, Nilson Rodrigues Espíndola, todas essas reivindicações já foram priorizadas em reuniões do Orçamento Participativo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Contribuintes tem mais 15 dias para atualização da Nota Fiscal Eletrônica
OPERAÇÃO TRANSBORDO
Ex-piloto de Fórmula Truck comandou roubos de carga, diz PF
CONCURSO
Abertas as inscrições para seleção de estagiários em Anaurilândia
ADOLESCENTES
O Diabetes e a Adolescência
FLORES DE CUNHA
Região reúne duas centenas de vinícolas que produzem vinhos e espumantes
HOMENS
É possível que você tenha a sensação de que o seu armário, mesmo estando cheio, não satisfaça as suas exigências
DOURADOS
Jovem é flagrado e preso no Jardim Itália com “32” na cintura
TERÇA-FEIRA
Carne Assada com Crosta Caesar
EM 2022
Copa Do Mundo no Catar terá estádio desmontável
COTAÇÕES
Dólar fecha em queda após fala do presidente do Fed

Mais Lidas

ACIDENTE
Douradense morre horas depois de cair do cavalo em fazenda
BUSCAS
Pai busca notícias sobre filho adolescente desaparecido em Dourados
DOURADOS
Polícia prende assassino de mecânico morto a pauladas
DOURADOS
Homem é assassinado na porta da própria casa