Menu
Busca terça, 12 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

Zé Teixeira defende novo modelo de política agrícola

09 dezembro 2003 - 11h42

O deputado estadual Zé Teixeira (PFL) defendeu hoje, a inserção de um novo modelo de política agrícola, de forma que contemple as famílias que atuam no campo por meio de mais incentivo e investimento no setor produtivo.Para Zé Teixeira, o que o País está precisando não é uma reforma agrária, mas sim de uma política agrícola eficiente. “A política agrícola é que está errada e não a reforma agrária é que está certa”, disse o líder da bancada ruralista na Assembléia Legislativa, durante entrevista ao Programa Hora Extra, levado ao ar simultaneamente pela Rádio FM Regional e TVE Regional.O deputado criticou a falta de incentivo ao meio produtivo brasileiro, lembrando que os produtores rurais têm lutado contra tudo, principalmente em relação às altas taxas de juros e a dolarização do setor.Em sua avaliação, é preciso uma política austera para que o produtor e as famílias que trabalham no campo sem sintam mais à vontade, possam plantar e colher sem risco ao meio de produção por falta de investimentos e subsídios.Segundo ele, a política agrícola tem de ser montada de forma eficiente, com distribuição de terras boas e investimentos necessários. “A terra tem de ser boa, em primeiro lugar, depois a política tem de ser associativa mesmo, com patrulha mecanizada e outros recursos”, definiu, citando, como exemplo, o modelo de “cooperativa” utilizado na Fazenda Itamarati, em Mato Grosso do Sul.Zé Teixeira condenou a fragilidade do setor atualmente, observando que há vendas de lotes através de contratos de gaveta. “Isso é uma coisa que não pode existir na reforma agrária”, criticou, ao apontar ainda como fator negativo para os pequenos produtores do Estado, o avanço tecnológico.De acordo com o deputado,  há casos evidentes no município de Chapadão do Sul, o maior produtor de algodão do Estado, onde os trabalhadores tiveram de deixar suas atividades em decorrência da chegada das colheitadeiras. “Chegaram as colheitadeiras e excluíram os trabalhadores”, lamentou. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALIMENTAÇÃO
‘Cozinha Experimental’ realiza edição sobre comida ‘Low-carb’, nesta terça-feira
SEM FAKES
TSE lança campanha para rádio e TV contra desinformação nas eleições 2020
CORUMBÁ
Preso apanha na cadeia após xingar mãe de desafeto
BRASIL
Bancos começam a enviar dados de clientes para cadastro positivo
OPORTUNIDADE
Instituto Federal abre mais de 900 vagas em MS
TRÁFICO
Homem é preso com maconha enrolada a banquetas
ENEM
Candidatos que se sentiram prejudicados podem pedir nova prova até o dia 18
ECONOMIA
Dólar fecha em queda após avançar por 3 sessões seguidas
LOTERIA
Com prêmio estimado em R$ 300 milhões, apostas da Mega da Virada começam a ser recebidas
BRASIL
Faturamento do mercado de seguros cresceu 18,6% em setembro

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente mata uma pessoa próximo a Embrapa
BR-163
Motorista morre ao bater de frente com carreta em Dourados
PONTA PORÃ/PEDRO JUAN
Três são assassinados e um bebê fica ferido em "domingo sangrento" na fronteira
DOURADOS
Justiça manda município pagar salário a guarda municipal preso por tráfico