Menu
Busca terça, 17 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Juízes contestam reforma da Previdência por compra de votos no mensalão

30 novembro 2012 - 10h45

O julgamento da Ação Penal 470, o processo do mensalão, ainda não terminou no Supremo Tribunal Federal (STF), mas já está sendo usado para questionar a reforma da Previdência aprovada pelo Congresso Nacional em 2003. Para duas associações de juízes, a alegação de que houve compra de apoio parlamentar justifica a anulação da norma.

O processo foi protocolado nesta quarta-feira (29) pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e pela Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra). Ele foi distribuído para Marco Aurélio Mello. O ministro do STF já relata outro processo sobre o novo regime previdenciário para o serviço público.

As entidades argumentam que a reforma deve ser anulada porque tem diversos vícios, entre eles, a ausência de discussão na Câmara e no Senado, a violação do princípio da moralidade e a fraude ao processo legislativo por meio de conduta criminosa.

"Ficou contaminado o processo de votação da emenda pela comprovação, no julgamento do STF, que houve compra de votos na votação. Teria havido uma influência econômica que não foi apenas a opinião de quem votou", disse esta tarde o presidente da AMB, Nelson Calandra.

A alteração na Constituição permitiu a dispensa de lei complementar especial para regulamentar o regime de previdência do servidor público. Além de criticar a compra de votos no caso, as associações de juízes alegam que, sem a lei complementar, haverá "insegurança jurídica na criação das dezenas ou centenas de entidades de previdência complementar pela União, estados e municípios".

O grupo ainda defende que a regra proposta pelo Executivo não pode ser usada para o Judiciário, pois só o STF tem a prerrogativa de encaminhar projeto de lei complementar sobre a previdência de magistrados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SECURA
Sem chuva há quase 40 dias, umidade do ar fica abaixo de 30% em Dourados
JAPORÃ
Promotora faz visita surpresa e descobre que bioquímico de posto de saúde trabalha em outra cidade
DIÁRIO OFICIAL
Publicado edital para eleição complementar do Conselho de Alimentação
SEU BOLSO
Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas
REFUGIADOS
54% dos venezuelanos que entraram no Brasil por RR desde 2017 já deixaram o País
CRIME AMBIENTAL
PMA captura anta com ferimentos em rancho de Coxim
FURTO EM COMÉRCIO
Guarda Municipal prende autora de furto em mercado de Dourados
VOLTA AO JAPÃO
Zico é anunciado como diretor técnico do Kashima Antlers
ACIDENTES NO TRÂNSITO
Homens recebem 75% das indenizações do DPVAT
REPRESSÃO AO TRÁFICO
Polícia Federal faz operação contra roubos de carga em AL e mais cinco estados

Mais Lidas

ACIDENTE
Douradense morre horas depois de cair do cavalo em fazenda
BUSCAS
Pai busca notícias sobre filho adolescente desaparecido em Dourados
DOURADOS
Polícia prende assassino de mecânico morto a pauladas
DOURADOS
Homem é assassinado na porta da própria casa