Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 9860-3221
SOCIEDADE

Renato Câmara pede apoio no combate à violência contra os idosos

13 junho 2019 - 06h59Por Da Redação

O deputado estadual Renato Câmara (MDB) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta quarta-feira, dia 12 de junho, para destacar que o Brasil está na posição 103º dos países mais violentos do mundo, sendo mais violento que países como o Haiti. O deputado frisou que 23% de toda violência é praticada contra idosos.

Renato Câmara, que é coordenador da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, repercutiu o evento de ontem, com o lançamento da Campanha Junho Prata, e alertou que daqui 15 anos o estado de Mato Grosso do Sul será considerado idoso, sendo a maior parte da população idosa. O deputado afirmou que é necessário proteger os idosos de todo tipo de violência, inclusive a solidão e o desamparo, o abandono da família e da sociedade.

“O idoso muitas vezes fica esquecido, num canto da casa. Dados apontam que 52% da violência praticada contra idosos é de parente de primeiro grau. Ele fica constrangido em denunciar. O debate é complexo e precisa ser ampliado”, destaca Renato Câmara.

Líder do governo do Estado, o deputado Barbosinha (DEM) parabenizou o deputado Renato pela fala e pelos projetos desenvolvidos em prol da proteção dos idosos. “No momento em que estamos vivendo na pressa, correria, a geração não se prepara para cuidar do idoso. E esse cuidado passa a ser uma exceção e não uma regra”, criticou o parlamentar. “Precisamos envolver o Executivo, fazer um lançamento com a presença do governador Reinaldo Azambuja, sua esposa Fátima, com a presença de idosos que representam a Frente parlamentar também. É fundamental para abrimos um canal de comunicação”, idealizou o deputado.

CAMPANHA

A campanha Junho Prata foi aberta oficialmente na terça-feira, durante evento na governadoria. O nome da campanha se refere a cor que remete ao grisalho dos cabelos dos idosos, foi instituída pela Lei 5.215/2018, nascida de projeto de autoria do deputado Renato Câmara.

O deputado avaliou os avanços no enfrentamento da violência contra os idosos. “Há aqui representantes de mais de 40 entidades, que fazem parte da Frente Parlamentar. Temos, atualmente, 32 frentes municipais, formando uma grande rede para discutir e combater a violência contra a pessoa idosa”, contabilizou.

Apesar desses avanços, o parlamentar enfatiza que é preciso fazer ainda muito mais, pois a realidade de violação de direitos dos idosos permanece crítica. “E há diversas formas de violência além da física”, disse o deputado, destacando a violência contra o patrimônio. “Muitos idosos são enganados, sofrem golpes financeiros, principalmente através de meios digitais”, lembrou o parlamentar.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Cinco partidos de oposição anuncia obstrução à reforma da Previdência
DIA 24
Luiza Brunet será empossada embaixadora do Mãos EmPENHAdas
RURAL
Plano Safra terá R$ 225,59 bilhões em créditos para agricultores
CAMPO GRANDE
Mulher vai ao salão de beleza e quando sai encontra veículo incendiado
POLÍTICA
Senado aprova parecer que pede suspensão dos decretos das armas
CAPITAL
Bebê pode ser a 2ª vítima de gripe em menos de 24 horas em MS
FUTEBOL
Peru vence e assume a liderança do grupo do Brasil na Copa América
JUDICIÁRIO
Procuradores definem lista tríplice para sucessão de Dodge na PGR
AQUIDAUANA
Polícia prende nove suspeitos de furtar 100 quilos de cocaína em delegacia
ECONOMIA
Portaria amplia autorização para trabalho aos domingos e feriados

Mais Lidas

AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos