Menu
Busca sexta, 19 de abril de 2019
(67) 9860-3221
POLÍTICA

Reforma da Previdência será aperfeiçoada no Congresso, diz líder

06 fevereiro 2019 - 15h35Por Agência Brasil

O líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), disse hoje (6), após a primeira reunião de líderes partidários da nova legislatura, que a proposta da reforma da Previdência que será enviada pelo governo será aperfeiçoada pelo Parlamento.

Ontem (5), após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse ser possível a Casa aprovar a reforma até maio, e o Senado aprová-la em junho ou julho, caso a base aliada esteja articulada.

Segundo Vitor Hugo, Maia esclareceu essa fala durante a reunião de líderes. “Aos moldes do que aconteceu na última legislatura com a PEC [Proposta de Emenda Constitucional] do [ex-presidente Michel] Temer, em maio, ela já estaria pronta para ser votada. Mas isso é uma referência: o prazo do Parlamento vai ser respeitado”, disse o líder.

“É preciso que haja discussões, inclusive para o natural aperfeiçoamento do texto. O governo vai enviar uma proposta em breve. O choque de ideias no Parlamento vai fazer, com toda a certeza, que a proposta seja aperfeiçoada”, acrescentou.

Ainda segundo o líder, o trabalho do governo para aprovar a proposta está sendo feito com muito “cuidado e respeito” aos partidos. “O governo vai prestigiar os líderes e permitir o debate. A gente tem certeza do aperfeiçoamento do texto que será enviado para cá a partir do embate legítimo, cordial, dentro da medida do possível, entre a oposição e o governo”, completou.

Vitor Hugo também informou que Rodrigo Maia deu um prazo de 15 a 20 dias para que haja uma definição da composição das comissões parlamentares permanentes.

Votações
Os líderes decidiram votar, na próxima semana, o projeto de lei 10431/18, de autoria do Poder Executivo, sobre o bloqueio de bens de organizações terroristas, e as três medidas provisórias (MPs) que estão trancando a pauta do Plenário. 

O projeto disciplina a forma de cumprimento de sanções impostas por resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, como a indisponibilidade de ativos de pessoas naturais e jurídicas e de entidades investigadas ou acusadas de terrorismo ou de seu financiamento. A proposta tramita em regime de urgência.

A MP 850 cria a Agência Brasileira de Museus, a MP 852 transfere imóveis do INSS para a União e a 853 reabre adesão ao fundo de pensão dos servidores (Funpresp).

Deixe seu Comentário

Leia Também

RELATO
Atriz da Globo diz que foi chamada de gordofóbica por perder peso
DOURADOS
Inscrições para a Corrida do Trabalhador seguem abertas
RIO DE JANEIRO
Buscas por corpos e sobreviventes na Muzema entram no oitavo dia
TECNOLOGIA
Satélite denuncia e homem é multado por desmatar área protegida
FRONTEIRA
Homem de 36 anos morre afogado em piscina
MS-338
Motorista freia ao ver anta e tem caminhão atingido por ônibus
BRASILEIRO
Corumbaense estreia na Série D em casa no dia 4; Operário vai a Minas em primeiro jogo
INTERNACIONAL
Encontro de cúpula Rússia-Coreia do Norte deve ser na próxima semana
DOURADOS
Bandidos invadem fazenda e furtam espingarda e mantimentos
RIOS DE MS
Paranaenses perdem barco e são multados por pesca ilegal

Mais Lidas

DOURADOS
Corpo desovado no IV Plano é de homem que matou e jogou mulher dentro de poço há 6 anos
DOURADOS
Polícia prende dois e acaba com "tribunal” que poderia resultar em morte no Canaã I
VIOLÊNCIA
Corpo é encontrado ‘ensacado’ em Dourados
DOURADOS
Homem foi espancado e enrolado em lençóis antes do corpo ser desovado no IV Plano