Menu
Busca segunda, 26 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
BRASIL

Raquel Dodge diz estar à disposição para 'eventual' recondução na PGR

07 junho 2019 - 21h05Por G 1

A primeira mulher a ocupar a Procuradoria-Geral da República, Raquel Dodge, afirmou nesta sexta-feira, dia 07 de junho, em São Paulo estar "à disposição da instituição e do país" para continuar no cargo. O mandato da atual procuradora-geral acaba em setembro.

Dez integrantes da carreira do Ministério Público Federal se inscreveram como candidatos ao cargo de procurador-geral da República. Uma lista tríplice será enviada ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) para escolher seu sucessor. Raquel Dodge não está entre os candidatos, mas ela poderá ser reconduzida ao cargo por uma escolha do presidente.

“Eu estou à disposição, tanto da minha instituição quanto do país, para uma eventual recondução, eu não sei se isso vai acontecer”, disse Dodge ao falar com a imprensa antes do início de um encontro regional de promotoras e procuradoras sobre questões de gênero que está sendo realizado em São Paulo.

Dodge disse ainda que não conversou com Bolsonaro sobre uma eventual recondução ao cargo e negou estar fazendo movimentações nos bastidores para ser reconduzida ao cargo correndo por fora da lista tríplice.

“Eu tenho me mantido sem fazer nenhuma manifestação neste sentido (de buscar a recondução)”, afirmou.

Questionado sobre se Bolsonaro deveria seguir a indicação de um dos nomes da lista tríplice procedente do MPF para nomear seu sucessor, disse apenas: “Está é uma posição é uma decisão que cabe ao presidente”.

Bolsonaro recebeu a procuradora Raquel Dodge em uma audiência no dia 7 de maio. Na saída do encontro, Dodge não falou com a imprensa.

Quando era candidato à Presidência, Bolsonaro afirmou que não se comprometia a indicar um dos nomes da lista tríplice de procuradores para assumir o posto de procurador geral da República, caso sejam ligados a correntes de esquerda e que preferia alguém mais à direita.

A lista tríplice não está na Constituição, ele não é obrigado a seguir, mas virou procedimento na carreira desde 2001.

Raquel Dodge foi indicada para o cargo em 2017 pelo então presidente Michel Temer. Naquela ocasião, Dodge ficou em segundo lugar na eleição da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR).

Deixe seu Comentário

Leia Também

TELEVISÃO
Glória Maria relembra encontro com Silvio Santos: ‘Melhor do que sonhei’
POLÍTICA
PF vai investigar grupo que teria planejado atear fogo em floresta
CORUMBÁ
Bombeiros combatem incêndio próximo a pousadas no Pantanal
ESPORTES
Brasil fecha individual do tênis de mesa com 19 medalhas; 5 ouros
SAÚDE
Uso de celular com cabeça inclinada pode causar lesão na cervical
CAPITAL
Homem deixa caminhonete na frente de casa e pela manhã descobre furto
LAGUNA CARAPÃ
Homem é preso e comparsas fogem após transportar fardos de maconha em motos por 130 km
AJUDA INTERNACIONAL
Repasses alemães para projetos ambientais equivalem em 1 ano a 4 vezes o orçamento do Ibama
TRÂNSITO
Idosa capota veículo em acidente na Capital
CAMPO GRANDE
Homem furta caminhão carregado de grama em viveiro de mudas

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Família encontra mulher morta após vítima passar mal durante a noite
ATOR
Caio Castro capota carro no Rally dos Sertões e é encaminhado a hospital na Capital
DOURADOS
Adolescente pede socorro e leva Guardas até casa onde droga era comercializada
DOURADOS
Mulher é presa e comparsa foge durante furto a supermercado no Água Boa