Menu
Busca domingo, 25 de agosto de 2019
(67) 9860-3221

Puccinelli veta lei das pulseiras sonoras em recém-nascidos

01 junho 2011 - 10h48

Aprovada no início do mês de maio, a lei que previa “obrigatoriedade de se utilizar pulseira com sensor eletrônico sonoro para identificação e segurança de recém-nascidos, nos hospitais e nas maternidades públicas e privadas do Estado de Mato Grosso do Sul” foi vetada pelo governador André Puccinelli.

O governador justificou o veto total com base na Constituição Estadual, alegando que a proposta “invade a competência do Chefe do Poder Executivo Estadual de iniciar o processo legislativo”, tendo em vista que a formulação de programas de políticas públicas constitui “ato típico de administração”.

Na justificativa do veto, o governador cita ainda decisões do STF (Supremo Tribunal Federal), que tem confirmado, com base na Constituição Federal, a competência privativa do governador do Estado, pelo princípio da simetria dos Poderes, propor à Assembleia Legislativa projetos de lei que visem à criação, estruturação e atribuições das Secretarias e órgãos da administração pública (CF, artigo 61, § 1º, II, “e”)”.

O veto total à lei das pulseiras com sensor para os recém-nascidos foi publicado na edição desta quarta-feira (01/06) do Diário Oficial do Estado. A lei é de autoria do deputado estadual Diogo Tita (PPS).

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Carro dos Correios é furtado em MS enquanto motorista entregava provas do Encceja
DOURADOS
Adolescente pede socorro e leva Guardas até casa onde droga era comercializada
DOURADOS
Ladrão é preso após mulher denunciar furto em obra na região do Izidro Pedroso
DOURADOS
Mulher é presa e comparsa foge durante furto a supermercado no Água Boa
CAPITAL
Rapaz é baleado na testa enquanto urinava em matagal
ECONOMIA
Arrecadação mostra sinais de recuperação gradual da economia
SORTEIO
Ninguém acerta e prêmio da Mega-Sena acumula em R$ 42 milhões
AMAZÔNIA
Para especialistas, regularização fundiária combaterá desmatamento e incêndios
CAMPO GRANDE
Após funilaria pegar fogo, polícia encontra homem morto no banheiro
DESCAMINHO
Casal é preso com carga de celulares avaliada em R$ 750 mil a caminho de Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher tem dedo amputado após empilhadeira a atingir enquanto fazia compras
DOURADOS
Após “falsa corrida”, motorista de aplicativo tem carro levado por bandido que se envolve em acidente e é preso
HOSPITAL DA VIDA
Órgãos de jovem que morreu em acidente são captados e levados para quatro cidades
POLÍCIA
Mulheres são presas por tráfico em Dourados