Menu
Busca segunda, 14 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
POLÍTICA

PTB anuncia filiação de Délia em ato com ex-senador Delcídio do Amaral

18 setembro 2019 - 11h01Por André Bento

O PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) anunciou nesta quarta-feira (18) que ganhará uma nova filiada com mandato no próximo sábado (21), quando o ex-senador Delcídio do Amaral assumirá o comando da sigla no Estado. Trata-se da prefeita de Dourados, Délia Razuk, sem partido desde meados de julho deste ano, quando saiu do PL (antigo PR). Interlocutores da mandatária confirmaram que o fato é praticamente certo, conforme apurado pelo Dourados News nesta manhã.

Ao divulgar o Encontro Regional das Lideranças, programado para acontecer sábado, das 9h às 12h na Câmara Municipal de Campo Grande, o partido detalhou que “o evento contará com a presença do presidente nacional da legenda, Roberto Jefferson, da prefeita de Dourados, Délia Razuk (que se filiará ao PTB), além do ex-senador Delcídio do Amaral, que assume a presidência estadual”.

Atualmente, quem comanda a sigla no Mato Grosso do Sul é justamente o filho da prefeita de Dourados, o deputado estadual Neno Razuk. Apontado como articulador desse encontro, ele anuncia “discussões sobre a política estadual e nacional, com vistas às eleições municipais de 2020”.

Vencedora das eleições municipais de 2 de outubro de 2016 com 43.252 votos (39,82% do total), então no PR, Délia Razuk deixou o partido, hoje PL, em meados de julho. Desde então, foi questionada duas vezes pelo Dourados News sobre seu futuro político, mas preferiu despistar, alegou ser cedo para definições e até mesmo declarou não pensar em reeleição.

No dia 15 de julho, ao inaugurar a primeira unidade do Poupatempo da cidade, no Jardim Água Boa, declarou à reportagem que sua prioridade era governar o município.

“A minha definição agora é administrar nossa cidade de Dourados. Eu ainda tenho um ano e meio à frente do mandato, minha preocupação agora é essa. As questões partidárias nós temos todo tempo, todo o ano que vem para trabalhar essas questões”, afirmou.

“Neste momento a minha preocupação é com a administração. Eu já disse minha posição várias vezes que eu entendo que o mandato tem que ser por um período e entrego na mão de Deus. Vamos ver o que Deus tem na frente para mim, mas nesse momento minha grande preocupação é com esse um ano e meio que ainda falta para nosso término de mandato como prefeita de Dourados”, acrescentou naquela oportunidade.

Mais recentemente, no dia 2 de setembro, ao participar do acendimento da chama da Pátria, na abertura da programação alusiva do Feriado da Independência, Délia reafirmou sequer pensar em reeleição.

“A reeleição, eu nem penso nisso neste momento. Estou muito focada no nosso trabalho agora. Hoje, por exemplo, estamos começando o tapa-buracos de toda extensão da Rua Antônio Ermírio de Figueiredo, e nós temos várias situações ainda que temos que resolver no nosso município”, pontuou.

“É muito cedo ainda para falar em reeleição, mas a princípio eu sempre coloco que é um mandato que me foi dado por quatro anos e eu tenho a responsabilidade com este”, resumiu à ocasião.

Na divulgação feita hoje, o PTB cita fala do recém-filiado Delcídio do Amaral para detalhar os planos para as eleições municipais de 2020. “Vamos começar uma nova caminhada, em um partido que possui uma belíssima história no Estado e no país.  Uma grande caminhada de fortalecimento de quadros políticos, com as filiações de nomes representativos de todos os segmentos da sociedade sul-mato-grossense. Será o passo inicial para as eleições municipais do ano que vem”, pontuou o ex-senador.

No caso de Dourados, Délia foi eleita prefeita em 2016 com 43.252 votos. Na disputa, ela superou o então deputado federal Geraldo Resende (PSDB), votado por 40.149 eleitores, o deputado estadual Renato Câmara (PMDB), por 20.708, o professor Ênio Ribeiro (PSOL), por 2.445, e o servidor público Wanderlei Carneiro (PP), por 2.065.

Antes de chegar ao cargo de chefe do Poder Executivo por meio de vitória eleitoral, ela já havia ocupado o posto interinamente de novembro de 2010 a fevereiro de 2011, ocasião em que presidia a Câmara Municipal e assumiu o comando do município em decorrência da renúncia do então prefeito Ari Artuzi e seu vice, Carlinhos Cantor, após a intervenção do juiz Eduardo Machado Rocha.

Na Câmara, Délia figurou sempre com as maiores votações entre candidatos ao Legislativo. Em 2008, então pelo PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), hoje MDB, foi eleita vereadora pela primeira vez, com 3.426 votos. Quatro anos depois, em 2012, manteve o mandato reeleita com votos de 2.734 eleitores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Bebê é sexta vítima de acidente na Via Dutra, sentido Rio de Janeiro
Unicef
26% das adolescentes brasileiras casam-se antes dos 18 anos
MS 42 ANOS
Identidade do Estado revela “Brasil profundo” nas artes plásticas
TUFÃO
Passagem do Hagibis no Japão provoca pelo menos 24 mortes
DOURADOS
Programação do “Outubro Rosa” tem evento no dia 16
FAMOSOS
Em meio aos rumos sobre affair, Grazi faz trilha com Caio Castro
DOURADOS
Universidade levará serviços à Praça Antônio João dia 23
ESTADO
Judiciário fará Semana da Conciliação no início de novembro
CRIME
Caçador foge da PMA, mas abandona moto, rifle e munições e acaba identificado
BRASIL
Após dez dias internado, general Villas Bôas recebe alta hospitalar

Mais Lidas

CONFUSÃO
Homem morre em confronto com a Guarda Municipal de Dourados
DOURADOS
Acionados para atender queda de moto, Bombeiros só encontram vítima no local
CLIMA
Previsão aponta dias chuvosos e queda de temperatura em Dourados
RIO BRILHANTE
Acidente envolvendo carro de passeio e carreta mata motorista na BR-267