Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2019
(67) 9860-3221
MEC

Presidente do Inep é demitido antes de completar um mês no cargo

16 maio 2019 - 19h50Por Terra

Elmer Vicenzi, presidente do Inep (Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais), foi demitido nesta quinta-feira, dia 16 de maio. Ele estava no cargo desde o dia 29 de abril e se torna a primeira baixa no MEC (Ministério da Educação), na gestão de Abraham Weintraub.

O Inep é responsável pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e Vicenzi, estava em uma disputa com integrantes da procuradoria do MEC, órgão ao qual o Inep possui conexão. Ele defendia transparência dos dados do Inep, como avaliações e indicadores educacionais, e também divergia em relação ao Enem.

Vicenzi é ex-delegado da Polícia Federal e assumiu o cargo após a demissão de Marcus Vinicius Rodrigues, primeiro a assumir o posto no governo Jair Bolsonaro e demitido após dizer que acabaria com a avaliação de alfabetização.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Miss Brasil Julia Horta mostra corpão de biquíni: perfeita
DOURADOS
Inteligência de mercado transforma dados em informações para ampliar os negócios
BRASIL
Acesso ao Seguro DPVAT pode ser facilitado em caso de lesão permanente pós-acidente
MATO GROSSO DO SUL
Coordenadora quer Núcleo Integrado para proteção da infância
ECONOMIA
Rota Bioceânica vai transformar MS em “hub” logístico da América do Sul
TV
Tiago Iorc é primeiro convidado em retorno da série Acústico MTV
CAPITAL
Quadrilha é desarticulada e polícia apreende 3,6 t de droga e 13 veículos
COXIM
Criminoso morre em confronto com a polícia
SEMANA ESPÍRITA
Seleta realiza churrasco beneficente amanhã em Dourados
EXPERIMENTO BANANA
Domingo tem teatro gratuito na Praça Antônio João

Mais Lidas

DOURADOS
Internos do Semiaberto são flagrados com droga e bebida em ônibus que os levava para trabalhar
DOURADOS
Encontro de carros antigos começa hoje e vai até amanhã no Centro de Convenções
DOURADOS
Homem é baleado durante a madrugada na Vila Cachoeirinha
JUTI
Catador de recicláveis é assassinado a pauladas