Menu
Busca sexta, 17 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
ESTADO

Nelson Tavares deixa a Secretaria de Saúde no governo Azambuja

06 dezembro 2017 - 16h50Por Da Redação

Dé férias, o secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares, confirmou na tarde desta quarta-feira (6) que deixará o cargo no governo Reinaldo Azambuja (PSDB). A exoneração, segundo informa o Campo Grande News, ocorre a pedido do ainda titular.

Dea cordo com o site, essa saída vinha sendo negociada há pelo menos dois meses e agora ele retornará ao cargo de servidor na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Tavares deve ser substituído pelo atual diretor do Hospital Universitário, Carlos Coimbra, que já foi convidado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para assumir o posto.

“Estava há dois meses negociando a minha saída, mas não poderia deixar de cumprir as férias do ano passado”, disse Tavares, citando a necessidade legal de ter iniciado suas férias e o fato de já ser apontado um sucessor. “A decisão [de deixar o governo] é única e exclusivamente motivada por questões de vida privada”, reiterou, conforme o Campo Grande News. 

Nelson Tavares permaneceu por quase três anos à frente da SES. No período, a pasta realizou a Caravana da Saúde, projeto responsável por reduzir a fila do SUS (Sistema Único de Saúde) para realização de cirurgias eletivas. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Gracyanne Barbosa ousa em posição e deixa bumbum em evidência
ASSEMBLEIA
Projeto aprovado eleva Comarca de Rio Verde à categoria de segunda entrância
TECNOLOGIA
Anatel abre consulta pública sobre uso de faixa de frequência para 5G
JUCEMS
MS abriu mais de 500 empresas em julho
FLAGRANTE
Polícia prende em Corumbá foragido da Justiça do Maranhão
ELEIÇÕES 2018
TSE nega participação de Lula em debate na TV amanhã
ESPECIALIZAÇÃO
IFMS abre matrícula para especialização em Docência para Educação Profissional
ENSINO SUPERIOR
Estudantes que vão concluir graduação já podem se cadastrar no Enade 2018
REAJUSTE SALARIAL
Frentistas de MS tentam reajuste salarial desde 1º de março
COTAÇÕES
Dólar tem leve alta e volta ao patamar de R$ 3,90 com incerteza eleitoral

Mais Lidas

DOURADOS
Madrasta de criança morta é autuada por homicídio
DOURADOS
Além da madrasta, delegado autua o pai e ambos responderão pela morte de criança
DOURADOS
Criança de 1 ano teve trauma no tórax e laceração hepática
DOURADOS
Criança possuía lesões na cabeça e pescoço e polícia investiga o caso