Menu
Busca quarta, 22 de maio de 2019
(67) 9860-3221
ASSEMBLEIA

Na Ordem do Dia, sete propostas devem ser analisadas nesta quarta

04 outubro 2017 - 09h32Por Redação

Os deputados nesta quarta-feira (4/10) devem apreciar sete matérias. Em redação final, o Projeto de Lei (PL) 227/2016, de autoria dos deputados Antonieta Amorim (PMDB), Angelo Guerreiro (PSDB), Beto Pereira (PSDB), João Grandão (PT) e Renato Câmara (PMDB), que determina o prazo máximo de 15 dias na marcação de exames para pessoas com mais de 60 anos nas Unidades de Saúde Públicas pertencentes ao Governo do Estado, a contar da data do pedido médico.

Em segunda discussão devem ser analisados o PL 150/2017, do deputado João Grandão que inclui no Calendário Oficial de Eventos do Estado, a Festa de São Cristovão, realizada anualmen, no último ou penúltimo domingo do mês de julho na Paróquia Santa Teresinha, no Município de Dourados. E o PL 187/2017, do Tribunal de Contas, que altera, acrescenta e revoga dispositivos da Lei 3.877, de 31 de março de 2010, que trata sobre a consolidação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração do Quadro de Pessoal da instituição.

Ainda estão previstos, também em segunda discussão para serem apreciados pelos parlamentares, três projetos do Poder Executivo. O primeiro, o PL 214/2017, que altera a redação do artigo 1º da Lei 5.024, de 18 de julho de 2017, que autoriza o Poder Executivo Estadual a renegociar as operações de crédito firmadas com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), ao amparo do artigo 2° da Lei Complementar Federal 156/2016.

O segundo o Projeto de Lei Complementar (PLC) 8/2017, que altera e acrescenta dispositivos à Lei Complementar 93, de 5 de novembro de 2001, que institui o Programa Estadual de Fomento à Industrialização, ao Trabalho, ao Emprego e à Renda (MS-Empreendedor). E o terceiro, o PL 225/2017, que propõe formas excepcionais de pagamento de débitos para com a Fazenda Pública Estadual. 

E ainda deve ser votado em primeira discussão pelos deputados, o PL 188/2017, de autoria do deputado Coronel David (PSC), que dispõe sobre o pagamento dos aparelhos de monitoramento eletrônico pelos próprios presos ou apenados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Sabrina Sato posa em ensaio de moda praia: "de boa já com o biquíni"
NOVA ANDRADINA
Polícia fecha "boca de fumo" chefiada por adolescente de 17 anos
PGR
Procurador de Mato Grosso do Sul disputa sucessão de Raquel Dodge
ENERGIA ELÉTRICA
Aneel reajusta valor das bandeiras tarifárias; maior é de 50% na amarela
PANTANAL
Empresários realizam encontro da pesca em apoio a cota zero
BRASIL
Senado aprova regulamentação da profissão de cuidador de idosos
CRIME AMBIENTAL
Paranaense é autuado em R$ 12 mil por armazenamento de madeira ilegal
CONCURSO
IBGE lança edital com 209 vagas de recenseador e agente censitário
CAPITAL
Travesti é suspeita de matar vendedor de 48 anos com 14 facadas
SELEÇÃO
UEMS abre inscrições para processo seletivo de professores temporários

Mais Lidas

DOURADOS
Presos fazem motim na PED em ala ocupada por membros de facção criminosa
ACIDENTE
Motociclista avança preferencial, colide com outra moto e morre
EDUCAÇÃO
Greve atinge escolas em Dourados e prejudica merenda, inspeção e limpeza
DOURADOS
Jovens são presos tentando arremessar drogas para dentro da Unei