Menu
Busca sábado, 16 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
TRIBUTO

Multas de trânsito é tema de debate na Assembleia Legislativa

08 fevereiro 2019 - 09h42Por Agência ALMS

A quantidade de multas emitidas por radares móveis, fixos e lombadas eletrônicas em Mato Grosso do Sul foi alvo de debates entre os deputados estaduais, durante a sessão desta quinta-feira (7), na Assembleia Legislativa. O assunto começou com o deputado João Henrique (PR), que prometeu lutar contra a “indústria da multa”.

Na tribuna, ele disse que levantou dados do Ministério Público Estadual, que abriu inquérito para apurar fraudes nas multas de trânsito. “Um estudo mostrou que em um ano e 10 meses em que os radares de Campo Grande ficaram desligados, o número de mortes diminuiu 22%. Ou seja, o radar é para instruir e educar, mas sem o radar diminuíram? É preciso rever, pois o cidadão de bem não pode ficar arcando com multas sem necessidade”, questionou.

O deputado Gerson Claro (PP), que já atuou como diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran/MS), declarou que as mortes por acidentes de trânsito viraram epidemia.  “É certo que o maior ‘problema’ é o ser humano. A imprudência. É fato que para se colocar um radar é preciso de um estudo sobre os acidentes do local, mas é claro que, se os radares móveis são colocados só para arrecadar, serão rechaçados”, confirmou.

Para Cabo Almi (PT), se os números apontam que diminuíram as mortes, temos que nos posicionar contra isso. “Eu já venho fazendo esses questionamentos desde quando fui vereador. Temos que dar voz ao cidadão, porque a intenção deve ser preservar a vida e não arrecadar”, disse. Professor Rinaldo (PSDB) também questionou a posição dos radares. “Tem um na Avenida Mato Grosso embaixo de uma árvore. Quase parece uma arapuca”, criticou.

Zé Teixeira (DEM) concordou.  “Não adianta só multar. Tem que ensinar nas escolas a educação no trânsito. Só assim vai mudar. A criança precisa saber desde cedo que pode ceifar a vida de um inocente por uma irresponsabilidade”, ponderou. Barbosinha (DEM) declarou que também é preciso determinar uma só velocidade. “Tem hora que é a 30 quilômetros por hora, aí muda para 60, aí volta para 40. Assim não dá”.

Estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que as lesões causadas pelo trânsito são a principal causa de morte entre pessoas com idade entre 5 e 29 anos. Em 2018, os óbitos somaram 1,3 milhão em 175 países estudados. Os principais fatores de risco são: excesso de velocidade, dirigir embriagado e não usar equipamentos de segurança: cinto, capacete e cadeirinha de crianças. Veja o estudo completo clicando aqui.

Trajetória

Ainda na tribuna, João Henrique aproveitou para agradecer a confiança da população para ocupar o cargo no Parlamento e relembrou sua trajetória. “Comecei a trabalhar aos 14 anos em cartório. Aos 18 fui estudar Direito em São Paulo. Fiz muitos amigos nesse tempo e, em 2013, com os movimentos sociais de indignação do povo, abriram-se as portas para que eu pudesse vir à disputa de deputado. Aqui estou e vou lutar contra as mazelas do povo. Não contem comigo para aumentar um real em impostos. O cidadão não aguenta mais e a eles peço socorro para juntos levantarmos essa bandeira para toda a Casa de Leis”, disse o deputado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROVAS AMANHÃ
Agência orienta candidatos de concurso a não viajarem com transportadores clandestinos
CASO QUE CHOCOU
Homem que furtou corpo de cemitério disse ter ouvido vozes
BRASIL
Repasses de fevereiro a beneficiários do Bolsa Família vão até o dia 28
BELEZA NATURAL
Asfalto da MS-450 avança entre morros e potencializa o turismo na Estrada Ecológica
FUTEBOL ESTADUAL
Histórico mostra Sete com ampla vantagem diante do Comercial
FLAGRANTE
Cocaína é apreendida em fundo falso de veículo
FÁTIMA DO SUL
Operação mira donos de empresas de fachada que vendiam cocaína
MORTE DE JORNALISTA
IML aponta politraumatismo como causa da morte de Ricardo Boechat
TRÂNSITO
Vídeo mostra acidente que matou duas pessoas em Dourados
CORUMBÁ
Motorista perde controle de direção, bate carro em poste e morre

Mais Lidas

DOURADOS
Homem que tramou assassinato de empresário tentou se matar antes de ser levado à PED
PORTE E POSSE DE ARMA
Justiça concede HC a empresário que teve morte encomendada pela mulher
DOURADOS
Envolvidos na trama contra empresário são transferidos à PED
AMAMBAI
Douradense é preso com mais de 1 tonelada de maconha em veículo roubado