Menu
Busca quinta, 21 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

Mulheres de MT são presas em MS com maconha

25 maio 2011 - 12h17

Policiais Federais da Delegacia de Dourados, durante barreira volante e com o apoio de uma equipe da PRF, na tarde desta terça-feira, próximo à Sanga Puitã, prenderam em flagrante uma mulher de 33 anos e outra de 28, ambas residentes na cidade de Rondonópolis/MT, cujos nomes não foram divulgados. Com as mesmas foram encontradas duas mochilas, contendo no total 17,5 kg de maconha, sendo que uma delas já possuía passagem pela polícia por tráfico.

Ambas alegaram que foram contratadas por uma pessoa em Rondonópolis/MT para pegar a droga em Sanga Puitã e retornar de “carona” e pelo serviço ganhariam R$ 1.000,00 e R$ 500,00, respectivamente.

Após serem autuadas em fragrante pelo crime de tráfico de drogas, ambas foram encaminhadas ao presídio feminino de Ponta Porã, onde ficarão à disposição da justiça.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dois homens sobrevivem após carro capotar e parar a 25 metros em mata
POLÍTICA
Senador alerta para risco do Brasil perder acordo de livre comércio
POLÍCIA
Quadrilha que furtava fazendas nas proximidades de Campo Grande é presa
UEMS
Projeto premiado de pena alternativa deve ser implantado em Dourados
INFRAESTRUTURA
Dourados e região vão receber R$ 200 milhões em investimento em 3 anos
DOURADOS
Acusado de tentativa de feminicídio é preso pela Polícia Militar
ESTADOS UNIDOS
Aperesentador Gugu Liberato é internado após sofrer acidente em casa
SEXTA-FEIRA
Chuva de meteoros poderá ser vista nesta madrugada em todo o Brasil
COXIM
Carreta com 200 porcos tomba na BR-163 e animais morrem em acidente
ECONOMIA
Brasil registra criação de 70,8 mil postos de trabalho em outubro

Mais Lidas

TENTATIVA DE FEMINICÍDIO
Ex esperou mulher chegar de curso para tentar matá-la no Estrela Verá
DOURADOS
Corregedoria abre sindicância para apurar ação da Guarda que terminou em morte
DOURADOS
Secretaria de Saúde contrata pessoal para limpeza com salários de R$ 1 mil a R$ 1,4 mil
JÚRI POPULAR
Primeira tentativa de feminicídio do ano ocorre às vésperas de julgamento por crime de 2018