Menu
Busca domingo, 18 de agosto de 2019
(67) 9860-3221

Marçal Filho reforça frente parlamentar pela PEC 300

03 junho 2011 - 08h04

O deputado federal Marçal Filho (PMDB), que tem entre suas bandeiras de mandato a criação de um piso nacional para os policiais militares, civis e bombeiros, participou da instalação da Frente Parlamentar em Defesa da Pro-posta de Emenda à Constituição (PEC) número 300 que define um salário mínimo nacional para a categoria. “O presidente da Frente Parlamentar, deputado Otoniel Lima (PRB/SP) fez questão que eu participasse desse ato de instalação por reconhecer o trabalho de mobilização que temos realizando em Mato Grosso do Sul em favor da PEC 300”, explica Marçal Filho.

O lançamento da frente aconteceu no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, com a presença de mais de 300 pessoas, entre autoridades e manifestantes pró PEC 300. No mesmo ato, o deputado Marçal Filho se reuniu com policiais e bombeiros de Mato Grosso do Sul para discutir as estratégias que serão tomadas a fim de sensibilizar o Congresso Nacional sobre a importância de se colocar a proposta em novamente em votação.

“Nesse encontro, os policiais e bombeiros do Estado reivindicaram minha adesão à Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300, mas nem precisavam fazer esse pedido, porque meu compromisso com essa matéria é irrenunciável, inquestionável e inegociável, ou seja, defenderei o direito dos policiais em ter um piso nacional mesmo contrariando os interesses do governo”, afirma Marçal Filho. Como venho fazendo desde que retornei à Câmara em 2009.

O deputado ressalta que a PEC 300 foi aprovada em primeiro turno ainda no mandato passado, quando ele foi o primeiro parlamentar de Mato Grosso do Sul a abraçar a causa e um dos principais defensores da proposta na Câmara Federal. O Deputado lembra do compromisso de Marco Maia, ainda naquela época, de pautar a PEC para o segundo turno.

Marçal Filho entende que os policiais precisam ser melhor remunerados. “Eles são o pára-choque da população. São eles quem colocam em risco a própria vida e a de sua família para garantir a nossa tranquilidade”, enfatiza. “Tanto que, durante a votação da PEC 300, no ano passado, fiz questão de homenagear os policiais sul-mato-grossenses Francisco Valenzuela Lopes, Adevaldo Alves de Oliveira e Oscar Castelo, que moravam em Dourados e morreram na tarde do dia primeiro de fevereiro de 2010, vítimas de um acidente automobilístico, na BR-163, quando se dirigiam à capital federal para uma manifestação pela aprovação da medida”, lembra o depu-tado.

O parlamentar ressaltou a importância da categoria para a segurança pública e apontou os professores como exemplo dos benefícios da unificação salarial. “A equiparação nacional de salários já se mostrou eficaz no caso dos professores que hoje possuem piso salarial unificado”, comparou o deputado. “A PEC 300 vai pôr fim à gigantesca diferença salarial entre os policiais militares, já que atualmente um soldado da PM do Estado do Rio de Janeiro recebe por mês um salário base de R$ 818,54, enquanto que no Distrito Federal (DF) essa renda é de R$ 3.368,01”, finaliza Marçal Filho.
Essa é uma dívida nossa, e minha em particular para com esses heróis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Andressa Ferreira exibe barriguinha ao lado de Thammy Miranda: "Felicidade"
LEVANTAMENTO
Brasil tem 45 milhões de desbancarizados, diz pesquisa
MS
Seleção para professor com salário de até R$ 6 mil encerra inscrição hoje
FAMOSOS
Luana Piovani comemora vida de solteira e causa com revelação
POLÍTICA
Bolsonaro avalia indicações para PGR
INTERNACIONAL
Ministro da Fazenda da Argentina deixa cargo
ESPORTES
Seleção Sub-17: convocados para amistosos na Inglaterra em setembro
MS
Veículo pega fogo e fica totalmente destruído em acidente, na MS-276
MS
Motorista embriagado abandona carro no meio da rua com celular e pistola dentro
CULTURA
III Festival da Canção da UEMS será neste domingo em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente com morte pode ter ocorrido após motociclista ser fechado por carro
BR-163
Passageira morre após homem colidir moto contra placa de sinalização em Dourados
DOURADOS
Homem fica ferido após estouro de equipamento na Cabeceira Alegre
POLÍTICA
PSL lança nome para Prefeitura de Dourados e senadora descarta aliança com tucanos