Menu
Busca sexta, 21 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
ARTIGO

Leia "Rótulos não nos definem!, por Welliton Campos Mendes

19 junho 2015 - 08h04

Nesta cultura sexista, por muito tempo foi claro os papéis que cada gênero deveria desempenhar perante a sociedade; a situação complica com o surgimento e fortalecimento dos movimentos de emancipação humana, como o movimento negro, movimento feminista, movimento LGBT e muitos outros que fizeram, a logo prazo, uma confusão enorme no inconsciente das pessoas no que se refere ao que é ser mulher e ser homem.

Atualmente como definiríamos o que é masculino e o que é feminino? Descobrimos ao longo dos anos que as diferenças entre mulheres e homens, são anatômicas e fisiológicas, portanto não é benéfico insistirmos em arrastar essas definições ultrapassadas que através do estereótipo e do preconceito tentam ditar o que é correto para cada sexo.

Por muito tempo acreditamos que mulheres não poderiam votar, deveriam usar vestidos, serem sensíveis, delicadas, românticas, frágeis, dóceis, recatadas e muitas outras características que acreditavam ser inerente as mulheres, enquanto isso homens deveriam conduzir a política, vestir calças, serem valentes, corajosos, fortes, brutos, conquistadores, não falharem, serem os provedores de suas proles e dentre outros aspectos que pensavam ser natural do homem.

Cada sexo foi obrigado a recusar parte do seu ser para se encaixar nesse padrão, passamos a ser apenas metades para corresponder às expectativas criadas muito antes do nosso nascimento. Se esses papéis a ser seguidos por muito tempo foi claro, chegamos a um ponto que não dá mais para fazer essa definição.

Hoje existem mulheres e homens reivindicando autonomia, cada vez mais livres de parâmetros que definem e rotulam, pessoas superando padrões deficientes, aceitando-se por completo e sambando na cara de quem insiste nessa moral arcaica e não conseguem superar essa dicotomia que nos torna aberrações recusando parte de nós para sermos aceitos.




Welliton Campos Mendes*

*Acadêmico de Ciências Sociais da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados)

Deixe seu Comentário

Leia Também

FRONTEIRA SEGURA
Exército e órgãos de segurança colocam 700 homens para combater crimes na fronteira de MS
DOURADOS
Criança de 1 ano desaparece de dentro de casa no Dioclécio Artuzi
CAMPO GRANDE
Proprietário rural é autuado em R$ 30 mil por incêndio de vegetação nativa
BRASIL
Dólar abre em alta de 0,46% cotado a R$ 4,0888
PARADESPORTO
Megaevento Paralímpico ocorre amanhã em Dourados e Campo Grande
EVENTO
Dia Mundial da Paz tem aula show de dança em Dourados
DOURADOS
Grupo ABV realiza Corrida Rosa 2018
OPERAÇÃO MENDACIUM
Polícia Federal faz operação contra fraude no seguro-desemprego
DOURADOS
Polícia flagra homem carregando botijão furtado no Jardim Itália
ELEIÇÕES 2018
MP convoca órgãos de segurança e orienta contra crimes eleitorais

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia fecha entreposto de drogas e prende três no Jardim Colibri
DOURADOS
Esquema começou há 1 ano e maconha era armazenada em pneus
DOURADOS
PF apreende mais de 150 quilos de cocaína na Guaicurus
IVINHEMA
Mecânico morre ao ficar preso em cardan de caminhão