Menu
Busca quinta, 19 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Lei da Transparência completa um ano mas sem muito o que comemorar

26 maio 2011 - 16h22

Conhecida como Lei da Transparência, a Lei Complementar 131 está completando dois anos de existência (e um ano de vigência) nesta sexta-feira, 27 de maio de 2011. Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil/Seccional de Mato Grosso do Sul (OAB/MS), Leonardo Duarte, entretanto não há muito o que comemorar.

A lei tornou obrigatória a publicidade detalhada das receitas e despesas dos poderes públicos nos âmbitos federal, estaduais e municipais, em todas as esferas: Executivo, Legislativo e Judiciário. Entretanto, na grande maioria dos casos, a Lei da Transparência não é cumprida.

Para do presidente da OAB de Mato Grosso do Sul “é evidente que as negociatas obscuras que corrompem agentes públicos e alimentam a corrupção ocorrem à margem da lei, longe do olhar das autoridades ou da sociedade. Ainda assim, a iniciativa de disponibilizar dados da administração pública em tempo real, através da internet, é um avanço memorável. Mas é preciso fazer com que a lei seja cumprida”.

“Temos plena certeza de que a transparência é o antídoto contra corrupção. Esta filosofia norteia a ação da OAB/MS na promoção da transparência pública, cujo objetivo principal deve ser facilitar o acesso do cidadão às informações a respeito de projetos e ações no âmbito dos Poderes Judiciário, Executivo e Legislativo”, analisa Duarte.

“A OAB está atenta e preocupada e se propõe a lutar permanentemente pela consolidação dos meios que possibilitem a transparência nas contas públicas”, argumenta o presidente da OAB/MS. Nesse sentido, a Ordem esta sempre buscando formas práticas para buscar essa transparência tão almejada.

Agora mesmo está participando como parceira e incentivadora da instalação do Observatório Social de Campo Grande, que seja instalado no dia 2 de junho, em audiência pública que acontece no auditório da OB/MS

Duarte ressalta que, para a instituição que presidente a transparência é fundamental. “O estímulo à transparência pública é um dos objetivos primordiais da OAB/MS, mesmo porque a sua credibilidade no contexto nacional revela que, em razão do relevante papel exercido pela entidade na construção da democracia do país, ela ocupa um importante espaço na vida dos brasileiros. E essa democracia não se constrói sem transparência. Transparência já”.


Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Termina amanhã prazo para adesão de estados ao Encceja Nacional
UFGD
Dourados será sede de Encontro Nacional de Gestão Ambiental
CAMPO GRANDE
OAB/MS abre procedimento contra advogada suspeita de golpe milionário
CUIABÁ
'Homem-Aranha' escala 10 andares de prédio e invade apartamentos
PROMOÇÃO
Juiz Jonas Hass de Dourados é empossado desembargador do TJ/MS
PONTA PORÃ
Jovem é preso com dinheiro falso comprado no Paraguai
DEFESA
Segurança Pública anuncia operação na fronteira de nove estados
CRIME ORGANIZADO
Chefão do PCC preso em Assunção já está em poder da PF
UEMS
Educação a Distância promove curso de formação para acadêmica
FRONTEIRA
Oficial de Justiça é feita refém por homem revoltado com intimação

Mais Lidas

DOURADOS
“Aqui é PCC!”, disseram atiradores que mataram dupla
CAMPO GRANDE
Douradense é preso acusado de ser mandante de tentativa de roubo de avião
DOURADOS
Maconha apreendida em caminhão e casa no Água Boa totalizou mais de 4,3t
DOURADOS
Ladrões levaram mais de R$ 1,5 mil em assalto a padaria