Menu
Busca terça, 20 de novembro de 2018
(67) 9860-3221

Lei da Transparência completa um ano mas sem muito o que comemorar

26 maio 2011 - 16h22

Conhecida como Lei da Transparência, a Lei Complementar 131 está completando dois anos de existência (e um ano de vigência) nesta sexta-feira, 27 de maio de 2011. Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil/Seccional de Mato Grosso do Sul (OAB/MS), Leonardo Duarte, entretanto não há muito o que comemorar.

A lei tornou obrigatória a publicidade detalhada das receitas e despesas dos poderes públicos nos âmbitos federal, estaduais e municipais, em todas as esferas: Executivo, Legislativo e Judiciário. Entretanto, na grande maioria dos casos, a Lei da Transparência não é cumprida.

Para do presidente da OAB de Mato Grosso do Sul “é evidente que as negociatas obscuras que corrompem agentes públicos e alimentam a corrupção ocorrem à margem da lei, longe do olhar das autoridades ou da sociedade. Ainda assim, a iniciativa de disponibilizar dados da administração pública em tempo real, através da internet, é um avanço memorável. Mas é preciso fazer com que a lei seja cumprida”.

“Temos plena certeza de que a transparência é o antídoto contra corrupção. Esta filosofia norteia a ação da OAB/MS na promoção da transparência pública, cujo objetivo principal deve ser facilitar o acesso do cidadão às informações a respeito de projetos e ações no âmbito dos Poderes Judiciário, Executivo e Legislativo”, analisa Duarte.

“A OAB está atenta e preocupada e se propõe a lutar permanentemente pela consolidação dos meios que possibilitem a transparência nas contas públicas”, argumenta o presidente da OAB/MS. Nesse sentido, a Ordem esta sempre buscando formas práticas para buscar essa transparência tão almejada.

Agora mesmo está participando como parceira e incentivadora da instalação do Observatório Social de Campo Grande, que seja instalado no dia 2 de junho, em audiência pública que acontece no auditório da OB/MS

Duarte ressalta que, para a instituição que presidente a transparência é fundamental. “O estímulo à transparência pública é um dos objetivos primordiais da OAB/MS, mesmo porque a sua credibilidade no contexto nacional revela que, em razão do relevante papel exercido pela entidade na construção da democracia do país, ela ocupa um importante espaço na vida dos brasileiros. E essa democracia não se constrói sem transparência. Transparência já”.


Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Ana Morais, caçula de Glória Pires aproveita o feriado na piscina
POLÍTICA
Senado aprova aumento de multa para quem desistir de imóvel na planta
DESCAMINHO
PRF prende dupla transportando 6,4 mil maços de cigarros na BR-163
OAB MS
Mansour Karmouche é reeleito para comando da OAB/MS
FUTEBOL
Santos deve manter Dodô e pode perder Vanderlei para o Flamengo
ELEIÇÕES
Alexandre Mantovani é eleito presidente da OAB em Dourados
IVINHEMA
Mulher morre após sofrer queda de motocicleta em estrada vicinal
POLÍTICA
Governadores do Nordeste fecham agenda única para levar a Bolsonaro
DOURADOS
UEMS realiza simpósio e comemora 10 anos de Educação a Distância
PESQUISA
Relatório inédito prova que ondas de celulares causam câncer em ratos

Mais Lidas

DOURADOS
Antes de ser assassinado, homem passou por ‘tribunal do crime’
BORORÓ
Adolescente morre ao tocar em cerca elétrica em Dourados
DOIS MESES DEPOIS
Acusados de matar rapaz em Dourados serão apresentados hoje
MARCELO PILOTO
Traficante brasileiro é expulso do Paraguai após matar mulher em cela