Menu
Busca sábado, 22 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Justiça eleitoral acata denuncia contra os candidatos Zé Henrique Trindade e Tião Sereia

27 dezembro 2012 - 18h20

#####Assessoria



O Juiz da 10ª Zona Eleitoral de Aquidauana, Dr. José de Andrade Neto confirmou em entrevista a imprensa que acatou a inicial do MPE que pede a cassação do diploma dos candidatos Zé Henrique Trindade e Tião Sereia.

“De fato despachei o processo e determinei a notificação de José Henrique Trindade, Tião Sereia e Felipe Orro. Já sei do que se trata, tomei conhecimento e passei a bola prá frente, agora os acusados tem que se defender”, explicou o Magistrado.


As três pessoas citadas pelo Juiz Dr. José de Andrade Neto são acusadas da pratica de conduta vedada durante a campanha eleitoral e tudo pode acontecer em curto espaço de tempo, de maneira que esses prazos na Justiça Eleitoral são reduzidos.

Além disso, Dr. José de Andrade confirmou durante a entrevista que o MPE – Ministério Publico Eleitoral requereu como prova que fosse solicitado as operadoras de telefonia celular que seja efetuado um cruzamento de ligações e a identificação de onde determinadas pessoas estavam na hora da ligação.

“Nós vamos atuar com a mais absoluta agilidade, até porque, muito se ouviu na cidade, acusações levianas contra o promotor dizendo que ele perseguia determinado candidato em detrimento de outro”, disse o magistrado que ainda desabafou, “agora eu quero saber como vai ficar este tipo de argumento”.

O pedido para as operadoras de telefonia celular será restrito aos telefones de pelo menos sete pessoas, entre elas, José Henrique Trindade, Luiz Felipe Ribeiro Orro, Antonio Trindade Neto, Gustavo Pellicioni, Antonio Carlos Costa Marques, Nelson Estadulho e Mauro Jesus de Oliveira, embora outros servidores também estão sendo investigados. No documento consta o numero do celular de cada um dos envolvidos na investigação.

O Juiz Eleitoral de Aquidauana, Dr. José Andrade Neto ainda esclareceu a imprensa que o processo está no inicio, mas que pode terminar logo. “Da parte da Justiça Eleitoral ele vai correr absurdamente rápido; o quanto antes eu puder julgar, eu vou julgar e dar a minha satisfação para a população” enfatizou.

Também ficou claro na entrevista que alguns atos são praticados mesmo durante o recesso, caso contrário aguarda-se o fim do recesso. O magistrado ainda fez questão de agradecer o interesse da imprensa em relação ao assunto, buscando detalhes na fonte, isso porque em sua opinião informação desencontrada vira aquele telefone sem fio que a gente brincava quando era pequeno. “A informação no final sempre chega distorcida”, destacou o Juiz Eleitoral Dr. José de Andrade Neto.

Denuncia

Segundo o MPE vários documentos comprovam que servidores da Assembleia Legislativa lotados no gabinete do deputado estadual Felipe Orro (PDT) prestaram serviços aos candidatos Zé Henrique e Tião Sereia.

Dr. José Mauricio Albuquerque, Promotor de Justiça informou neste contato com a imprensa que o candidato diplomado “Zé Henrique” está sendo investigado por conduta vedada. “Uma conduta proibida por Lei dentro do processo eleitoral, que foi o uso de servidores em prol de sua campanha. Se realmente for provado essa situação ele terá seu diploma cassado”, disse o Promotor.

As pessoas precisam entender que dentro do processo eleitoral existe uma disciplina, “e todos nós precisamos obedecer à lei e o MPE está atento a todas essas situações. E quando chega ao MPE uma situação de irregularidade cabe ao promotor eleitoral tomar providência. E foi isso que a gente fez”, esclareceu.

O MPE confirmou a imprensa que o Juiz eleitoral Dr. José de Andrade Neto acatou a inicial e determinou a notificação dos representados, entre eles Zé Henrique, Tião Sereia e Felipe Orro. “A notificação de Zé Henrique e Tião Sereia ocorreu tão logo foi concluída a solenidade de diplomação na sede do Cartório eleitoral de Aquidauana”, disse Dr. José Mauricio Albuquerque.

De acordo com informações do MPE vários documentos, atos oficiais da Assembleia Legislativa designando servidores para trabalhar naquela casa de leis; na verdade todas essas pessoas estão lotadas no gabinete do deputado estadual Felipe Orro (PDT), padrinho político e maior avalista da campanha do candidato Zé Henrique. “Por conta dessas provas é que ingressamos com essa ação”, explicou o promotor de Justiça Dr. José de Andrade Neto.

São alvos de investigação por parte da Justiça Eleitoral além dos citados acima, os servidores públicos Enedino da Silva, Zildete Carvalho Rodrigues, Frederico Fukagawa de Ribamar, Carlos Gentil Vasconcelos e sua esposa Rosa Beatriz Vasconcelos, Sinara Corrêa Azambuja Wendt e Ruy de Albuquerque Gomes Filho.

Diploma

O candidato derrotado nas urnas pelo atual prefeito Fauzi Suleiman (PMDB) com quase 4 mil votos de diferença, José Henrique Trindade (PDT) disse a imprensa após a diplomação que vê a justiça andando. “É a Lei, eu não processei ninguém, o problema é da Justiça Eleitoral, afinal situação semelhantes também estão ocorrendo em outras cidades de MS”.

Zé Henrique disse ainda que não discute decisão judicial e que “meu papelzinho aqui foi cumprir uma decisão da justiça que me notificou para ser diplomado. Ela determinou e eu vim”, disse ele.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Mulher é presa com carregador e 20 chips nas partes intimas em presídio
TEMPO
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
MEIO AMBIENTE
Mineradora é autuada e fechada por extração ilegal de areia
ELEIÇÕES 2018
A partir de hoje, candidatos só podem ser presos em flagrante
DOURADOS
Jovem foi espancada até a morte no Pelicano
CORUMBÁ
Cavalos em rodovia causam acidente e deixam duas pessoa mortas
DOURADOS
Jovem é encontrada morta no Jardim Pelicano
EMPREGO
20 empresa estão com inscrições abertas para trainee; veja lista
ESPORTE
Sediado em Dourados, festival paralímpico fortalece inclusão e superação de limites
PORTE
Jovem é preso com armas e maconha que seriam levados para Goiás

Mais Lidas

DIOCLÉCIO ARTUZI
Polícia divulga imagens de criança de 1 ano desaparecida em Dourados
DOURADOS
Criança de 1 ano desaparece de dentro de casa no Dioclécio Artuzi
OPERAÇÃO NEPSIS
Ação conjunta prende cinco Policiais Rodoviários Federais em MS
OPERAÇÃO NEPSIS
Ação cumpre mandados de prisão contra suspeitos de contrabando