Menu
Busca Sexta, 15 de Dezembro de 2017
(67) 9860-3221
Reveillon - Clube Indaiá
LEGISLATIVO

Hospitais terão que comunicar delegacias sobre agressão física

17 Outubro 2017 - 19h35Por Da Redação

Projeto de Lei apresentado na sessão desta terça-feira (17/10) obriga os hospitais públicos e privados comunicar às delegacias de polícia quando atenderem em suas unidades de pronto-atendimento casos de idosos, mulheres, crianças e adolescentes vítimas de agressões físicas.

Conforme a proposta, muitos desses crimes são cometidos por familiares ou pessoas que vivem no mesmo domicílio das vítimas, e estas ficam com receio de denunciar as agressões aos órgãos responsáveis.

Pela proposta, os hospitais devem informar o motivo do atendimento, o diagnóstico, descrição dos sintomas e das lesões e quais os encaminhamentos realizados no atendimento médico.

O projeto segue para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Casa de Leis, antes de ser apreciado pelos deputados em plenário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OCUPAÇÃO
Detentas disputam Torneio Estadual de Xadrez na Capital neste fim de semana
DOURADOS
Marido é suspeito de atear fogo em casa com mulher e cinco filhos dentro
BATAGUASSU
Veado e tatu são resgatados após caírem em galeria
ECONOMIA
Dólar fecha em queda, mas termina a semana em alta
DOURADOS
Aulas na Reme começam no dia 6 de fevereiro; confira o calendário
REGIÃO
Homem morre após troca de tiros com a polícia
APÓS SUSPENSÃO DE DEL NERO
Coronel Nunes assume interinamente a presidência da CBF
DOURADOS
Agetran alerta condutores quanto a infrações
NA JUSTIÇA
MP ajuíza Ação e pede a transferência imediata dos presos da delegacia de Bonito
MATO GROSSO DO SUL
Criação do Cope vai para segunda votação na Assembleia Legislativa

Mais Lidas

DOURADOS
Dez são detidos na 2ª fase da Operação Thanos
THANOS
Megaoperação cumpre mandados em bairros de Dourados
JARDIM SANTA MARIA
Bandido troca tiros com a polícia após roubo a posto em Dourados
AQUIDAUANA
Corpo de ex-presidente da OAB é encontrado carbonizado na BR-419