Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Governo de Lula terá dificuldades para aprovar reforma política

03 janeiro 2004 - 16h20

Antídoto para as migrações partidárias, a reforma política está na agenda do presidente Luiz Inácio Lula da Silva deste semestre, mas deve sofrer resistência no Congresso. Um dos pontos mais polêmicos é o sistema de lista fechada, pelo qual o eleitor votaria na legenda e não mais no candidato. A maior crítica é que esse sistema fortaleceria os chefes partidários, que indicariam os nomes e sua ordem na lista. "Há de fato o risco da oligarquização", diz o cientista político Carlos Ranulfo, da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). "Mas o sistema de lista fechada é o instrumento de disciplina e fidelidade partidária mais forte que existe." Para fugir do risco da "oligarquização", o Congresso precisaria aprovar a realização de eleições primárias, segundo o cientista político, como já ocorre hoje, por exemplo, no Uruguai. Para Ranfulfo, o sistema é mais eficaz para acabar com a dança de cadeiras do que a ampliação para dois anos do prazo de fidelidade partidária, também prevista na reforma. Outro item polêmico é o que trata do financiamento público de campanhas. Segundo cálculos feitos pelo deputado Alexandre Cardoso (PSB-RJ), que presidiu a comissão especial da reforma política na Câmara, o país gasta mais de R$ 8 bilhões, a cada quatro anos, com o "assistencialismo eleitoreiro". O financiamento público sairia por aproximadamente R$ 800 milhões, segundo cálculos do deputado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF
Ex-sócio da Telexfree é preso pela PF e pode ser extraditado aos EUA
TRÊS LAGOAS
Técnico de enfermagem apanha em UPA e aciona a polícia
SAÚDE
Brasil monitora apenas um caso suspeito do novo coronavírus
NAVIRAÍ
Por dinheiro, policial facilitava entrada de celulares e droga em presídio
POLÍTICA
Nelsinho Trad oficializa pedido para reativar Parlamento Amazônico
CAMPO GRANDE
Durante discussão, major da PM atira contra o ex-namorado
TENTATIVA
Petroleiros suspendem greve após 20 dias para negociar acordo
ANASTÁCIO
Motorista perde controle de direção e tomba carreta em ponte
EDUCAÇÃO
UFGD fará programação de recepção aos calouros no dia 03 de março
CAPITAL
Menina de três anos tem braços quebrados após ser espancada por garoto

Mais Lidas

APÓS 9 ANOS
Hipermercado fecha as portas em Dourados no final do mês
DOURADOS
Policial aposentado mata homem e diz ter sido ameaçado com faca
VIOLÊNCIA
Homem é assassinado em frente a padaria em Dourados
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018