Menu
Busca domingo, 23 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Ex-prefeito de MS pode ser punido por infidelidade partidária

24 maio 2011 - 14h00

O ex-prefeito de Ivinhema e presidente do PSB (Partido Socialista Brasileiro) no município, Neri Kuhnen, faz parte de uma lista de 25 filiados em todo Estado, feita pelo Conselho de Ética da legenda, que sugeriu punições por infidelidade partidária. Os membros podem receber uma advertência ou até mesmo serem expulsos da sigla.

Segundo informações do site Ivi Noticiais, um dos documentos produzido pela comissão argumenta que os políticos desrespeitaram a resolução do partido, que orientava sobre as alianças políticas durante as eleições de 2010.

Os políticos, que poderão ser punidos, segundo a nota, apoiaram candidatos a deputado federal de outros partidos e não do PSB como fixado pela legenda, que tinha como objetivo o fortalecimento do partido.

A Comissão de ética não tem poder punitivo apenas o diretório estadual e nacional podem tomar as decisões de como serão punido os infiéis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Mariana Rios amostra corpo sequinho de biquíni em dia de piscina
UFGD
Com mais de 1.200 trabalhos inscritos, Enepex começa terça-feira
FRONTEIRA
Polícia apreende mais de R$ 300 mil em eletrônicos em para-choque
ELEIÇÕES 2018
Campanha de Delcídio divulga Nota sobre impugnação de candidatura
CAMPO GRANDE
Mulher é presa com carregador e 20 chips nas partes intimas em presídio
TEMPO
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
MEIO AMBIENTE
Mineradora é autuada e fechada por extração ilegal de areia
ELEIÇÕES 2018
A partir de hoje, candidatos só podem ser presos em flagrante
CORUMBÁ
Cavalos em rodovia causam acidente e deixam duas pessoa mortas
EMPREGO
20 empresa estão com inscrições abertas para trainee; veja lista

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem foi espancada até a morte no Pelicano
DOURADOS
Jovem é encontrada morta no Jardim Pelicano
OPERAÇÃO NEPSIS
Ação conjunta prende cinco Policiais Rodoviários Federais em MS
OPERAÇÃO NEPSIS
Ação cumpre mandados de prisão contra suspeitos de contrabando