Menu
Busca sábado, 16 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
EVOLUÇÃO

Dreno e sonda de Bolsonaro são retirados, diz boletim

08 fevereiro 2019 - 15h50Por Terra

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) retirou o dreno colocado no seu abdômen há quatro dias e a sonda nasogástrica, segundo o boletim médico divulgado na tarde desta sexta-feira (8) pelo Hospital Albert Einstein. Ele segue tomando antibióticos para combater uma pneumonia bacteriana e tem as visitas restritas.

"O excelentíssimo Presidente da República, Jair Bolsonaro, permanece internado na Unidade Semi-Intensiva do Hospital Israelita Albert Einstein. Apresentou boa evolução clínica nas últimas 24 horas, continua estável, afebril e sem dor. Não tem disfunções orgânicas e houve melhora dos exames laboratoriais. O dreno colocado no seu abdome, há quatro dias, foi retirado hoje pela equipe da radiologia intervencionista.

Devido à melhora do quadro intestinal e boa aceitação da dieta líquida, a sonda nasogástrica foi retirada. Permanece com os antibióticos e nutrição parenteral. Estão sendo mantidas as medidas de prevenção de trombose venosa, sendo realizados exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e períodos de caminhada fora do quarto.

Por ordem médica, as visitas permanecem restritas."  Consta no boletim médico de Bolsonaro. 

Caldo de carne e gelatina

Bolsonaro postou na manhã desta sexta-feira (8) em sua conta no Twitter uma foto segurando uma colher com gelatina em seu quarto. Bolsonaro disse que voltou a se alimentar pela primeira vez desde cirurgia: "Nas últimas horas tive o prazer de voltar a comer. Ontem pela noite um caldo de carne e hoje uma boa gelatina. Estou feliz, apesar de não ser aquele pão com leite condensado kkkk. Bom dia a todos!"

Esta é a primeira vez que o presidente recebe alimento. Bolsonaro vinha recebendo líquidos por via oral em associação à nutrição parenteral.

Segundo a assessoria da Presidência, Bolsonaro recebeu nesta sexta a visita de um dos seus filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), e mais tarde receberia no hospital o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Bolsonaro passou por uma cirurgia para retirar uma bolsa de colostomia e refazer a ligação entre o intestino delgado e parte do intestino grosso no dia 28 de janeiro. Ele está internado na unidade semi-intensiva do hospital.

O porta-voz da Presidência, Otávio de Rêgo Barros, disse que "o presidente estava no quarto conversando. "A recomendação é que não se ponha muito porque ele ainda carece de recuperação adequada e repouso necessário para que debele essa pneumonia", disse o porta-voz

"Os antigos antibióticos e o antigo processo facilitaram uma rápida reação ao combate a essa pneumonia", afirmou Rêgo Barros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROVAS AMANHÃ
Agência orienta candidatos de concurso a não viajarem com transportadores clandestinos
CASO QUE CHOCOU
Homem que furtou corpo de cemitério disse ter ouvido vozes
BRASIL
Repasses de fevereiro a beneficiários do Bolsa Família vão até o dia 28
BELEZA NATURAL
Asfalto da MS-450 avança entre morros e potencializa o turismo na Estrada Ecológica
FUTEBOL ESTADUAL
Histórico mostra Sete com ampla vantagem diante do Comercial
FLAGRANTE
Cocaína é apreendida em fundo falso de veículo
FÁTIMA DO SUL
Operação mira donos de empresas de fachada que vendiam cocaína
MORTE DE JORNALISTA
IML aponta politraumatismo como causa da morte de Ricardo Boechat
TRÂNSITO
Vídeo mostra acidente que matou duas pessoas em Dourados
CORUMBÁ
Motorista perde controle de direção, bate carro em poste e morre

Mais Lidas

DOURADOS
Homem que tramou assassinato de empresário tentou se matar antes de ser levado à PED
PORTE E POSSE DE ARMA
Justiça concede HC a empresário que teve morte encomendada pela mulher
DOURADOS
Envolvidos na trama contra empresário são transferidos à PED
AMAMBAI
Douradense é preso com mais de 1 tonelada de maconha em veículo roubado