Menu
Busca segunda, 27 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221
ARTIGO

Dourados precisa de um mercado municipal

10 dezembro 2019 - 09h09Por José Tibiriçá Martins Ferreira

Estava no ABEVÊ no sábado, encontrei-me com um amigo e começamos a conversar sobre o mercado municipal que ali existiu, enquanto o caixa anotava as compras. Como ele, muitos ao saberem do fato ficam surpresos e querem saber porque acabaram com ele, eu também quero saber  o motivo.

O mercadão como era chamado foi construído na gestão do prefeito João Totó Câmara no início da década de 1970, época da implantação também do conjunto habitacional primeiro plano, para atender os pequenos produtores de Dourados. Vendido depois para uma empresa privada, hoje ali funciona o ABEVÊ que deve ser o proprietário atual. Não sabemos a causa de sua venda, afinal  foi construído com dinheiro público e não sabemos aonde foi aplicado posteriormente, afinal devem ter recebido um bom dinheiro no negócio.

Em Campo Grande existe um desde o ano de 1958, quando começou com uma feira livre e hoje é um ponto onde encontramos toda variedade de produto que, além de ser um ponto turístico. Ao lado os indígenas da etnia terena oferecem os seus produtos artesanais e iguarias produzidas na aldeia.

Nossa região é agrícola e os produtores poderiam ter mais um local onde diariamente venderiam os seus produtos, com um preço mais acessível. Não sou contra os supermercados daqui, mas muitos deles compram produtos de outros estados e chegam caros para o consumidor final.

Não temos mais a feira do produtor, onde era um espaço em que a população tinha mais uma opção de compra. Precisamos com urgência de um mercado municipal, onde seriam oferecidos muitos produtos da região com melhores preços e  incentivaria a produção local.

Uma ideia que se posta em prática, movimentaria muito o comercio hortigranjeiro e aumentaria mais a renda do nosso produtor. Produtos produzidos na reserva indígena de Dourados e orgânicos  poderiam ser comercializados no mercado municipal

A diretoria da nossa Câmara de vereadores poderia encampar a ideia da construção de um novo mercado municipal, pois a prefeitura tem áreas bem centrais, como a do Parque do Lago, da agrosul que fica em frente ao PAM. Um assunto que poderia ser levado à nossa mandatária municipal.        

              Vamos abraçar a ideia.

              Dourados-MS 09 de dezembro de 2019.

              José Tibiriçá Martins Ferreira, advogado e produtor rural.             

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

QUARTA VÍTIMA
Idoso morre em Três Lagoas com suspeita de dengue
CALOUROS
Universidades públicas coíbem trotes em recepção de novos alunos
REGIÃO
Cão farejador ajuda polícia a apreender mais de 500kg de maconha
DOURADOS
Foragidos da justiça são capturados durante o final de semana
ECONOMIA
Gastos de brasileiros no exterior caem 5,4% em 2019, diz BC
CHUVA
Governo mineiro declara situação de emergência em 101 cidades
ESPORTE
Equipe sul-mato-grossense traz medalhas do 70º Intercolonial Brasileiro de Tênis de Mesa
HOLOCAUSTO
Descoberta de Auschwitz faz 75 anos
MS
Traficante capota caminhonete com 880 quilos de maconha
DOURADOS
Ação do Iman vai alertar população de mais de 50 bairros sobre a dengue

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista bate em caminhão da coleta de lixo e fica em estado gravíssimo
MS
Homem é acusado de colocar sedativo no leite para abusar de enteada
DOURADOS
Designação para escolas e Ceim’s acontece neste sábado
DOURADOS
Carros com som alto e na contramão levam Guarda a dois motoristas bêbados