Menu
Busca segunda, 17 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Delcídio leva a ministro propostas para acabar com conflitos indígenas em MS

15 junho 2011 - 15h57

O senador Delcídio do Amaral(PT/MS) se reuniu nesta quarta-feira, 15 de
junho, em Brasília, com o presidente da Famasul, Eduardo Riedel, e o
professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Denis Rosenfield,
para discutir propostas destinadas a solucionar definitivamente as
disputas por terra envolvendo indígenas e produtores rurais em Mato Grosso
do Sul.

“Debatemos sugestões importantes, que inclusive já foram apresentadas em
diversos fóruns em nosso estado e no Congresso Nacional. Uma delas é
adotar em Mato Grosso do Sul a mesma solução encontrada para resolver a
questão em Tocantins, onde um decreto assinado pelo ex-presidente Lula em
7 de dezembro do ano passado, considerou de interesse social duas áreas no
município de Lagoa de Confusão para assentar o grupo indígena
Krahô-Kanelas. As fazendas Retiro do Cocal e Lagoa do Jacaré foram
desapropriadas, os antigos proprietários indenizados com recursos da Funai
e os índios passaram a contar como novos locais para assentamento”,
revelou o senador, que na próxima quarta-feira, 22 de junho, tem audiência
marcada com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, para discutir o
assunto.

“Vou levar ao ministro um conjunto de medidas que podem servir de
referência na hora de se tomar a decisão sobre o que fazer em Mato Grosso
do Sul. Eu não tenho dúvida que toda a bancada que representa o estado no
Congresso Nacional vai estar alinhada para viabilizar os recursos
necessários não só às desapropriações, mas também para garantir
educação e saúde às etnias indígenas do nosso estado, cuja população é a
segunda maior do Brasil”, destacou.

Para o senador, a questão tem que ser bem negociada, para atender tanto os
interesses dos produtores quanto os dos índios.

“Existe a necessidade de se conservar a cultura e a história das etnias,
mas não podemos , com isso, sacrificar ainda mais os produtores rurais
que, em sua esmagadora maioria, ocupam essas terras há dezenas de anos de boa fé, ajudando a construir um estado e um país com oportunidades para
todos”, ponderou Delcídio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MÁQUINAS
Sanesul realiza leilão nesta terça-feira
ECONOMIA
Dólar fecha quase estável, à espera de decisão do Fed e monitorando cena política
TRÁFICO DE DROGAS
Adolescente é apreendido com droga que levaria para Cuiabá
MS
Homem é preso por porte ilegal e disparo de arma de fogo na fronteira
AMBIENTES
4 dicas do 'Decora' para salas que você pode fazer na sua casa
ATENDIMENTO
Caravana da Saúde inicia nova etapa nesta segunda
VIAGEM
Os 7 melhores destinos para aventureiros que buscam desafios na natureza
SANTA RITA DO PARDO
Mecânico morre após ser esmagado por peça de veículo
PESQUISA ANP
Preço da gasolina em Dourados é quase R$ 0,30 mais caro que na Capital
DOENÇAS DE INVERNO
Você tem alergia? Os cuidados devem ser redobrados no inverno!

Mais Lidas

PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
POLÍCIA
Casal contratado para levar maconha até Campo Grande é preso em Dourados
FURTO
Jovem é preso enquanto furtava bicicleta dentro de residência em Dourados