Menu
Busca sexta, 14 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Delcídio e Bernal buscam em Brasília recursos para Campo Grande

28 novembro 2012 - 16h00

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) e o prefeito eleito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), cumpriram em Brasília uma extensa agenda de visitas a órgãos federais , em busca de investimentos para a capital. Delcídio e Bernal apresentaram projetos novos e pediram a continuidade dos que já estão em andamento.



“No Palácio do Planalto, conversamos com a ministra de Relações Institucionais da Presidência da República, Ideli Salvatti, sobre o Hospital Municipal que queremos construir em Campo Grande. Já apresentamos a proposta ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que prometeu nos ajudar. A ministra Ideli também vê esses projeto de maneira muito positiva e nos ajudará a viabilizá-lo. Vamos fazer uma emenda da bancada ao Orçamento da União e lutar pela liberação dos recursos, para que as obras possam começar no ano que vem”, revelou Delcídio, que na visita a Ideli estava acompanhado também do senador Francisco Dornelles (RJ), presidente do Partido Progressista, ao qual é filiado o prefeito eleito.



Alcides Bernal disse que no Ministério das Cidades foi discutida a continuidade das obras realizadas em Campo Grande através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), além de novos projetos de mobilidade urbana, que já tem recursos garantidos para os próximos dois anos. “Nossa preocupação é no sentido de não haver perda de sequência dos investimentos e o governo nos garantiu que isso não vai acontecer”, afirmou o prefeito.



Acompanhados também pelo deputado federal Vander Loubet (PT/MS), Delcídio e Bernal foram ainda ao Ministério da Pesca apresentar ao ministro Marcelo Crivella a proposta de construir um entreposto de pescados em Campo Grande. O projeto será desenvolvido pela prefeitura e tem custo estimado de R$ 10 milhões. Ele envolve a estruturação do Território da Aquicultura na capital e nos municípios do entorno (Jaraguari, Bandeirantes, Ribas do Rio Pardo, Sidrolândia, Dois Irmãos do Buriti, Anastácio, Terenos, Corguinho e Rochedo), a constituição do Consórcio Intermunicipal para Estruturação da Cadeia Produtiva do Pescado, e de cooperativas de piscicultores.



“A exemplo do que está acontecendo em Dourados, queremos implantar também na capital um frigorífico de peixe, aproveitando a riqueza dos nossos mananciais. A idéia é estimular a piscicultura na zona rural e criar um polo de produção de pescado em Campo Grande”, explicou Bernal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Bolsonaro indica que atuará pela extradição de Battisti para a Itália
DOURADOS
Calor continua e sensação térmica chega a 34ºC
CAMPO GRANDE
Capital recebe evento de MMA nesse final de semana
GERAL
IFMS publica Plano de Desenvolvimento Institucional para os próximos cinco anos
TV
Um ano após saída da Globo, William Waack mantém negociações com a Band
ESPORTE
Atletas representam Mato Grosso do Sul no Ilha Porchat Cup de Beach Tennis
MULHERES
Espartilho para afinar a cintura faz mal?
BRASIL
Bolsonaro diz que revisará contratos de publicidade da Caixa
BONITO
Programe-se e veja o sol na Gruta Azul
NA BR-267
Dupla é presa e 215kg de maconha são apreendidos

Mais Lidas

BOAS FESTAS
Operação contra tráfico e roubo termina com cinco presos em Dourados
LUTO
Morre em Dourados empresário dono de tradicional restaurante
MESA DIRETORA
Após polêmicas e ‘novela’, Alan Guedes é eleito presidente da Câmara de Dourados
BOAS FESTAS
Ação conjunta mira traficantes em Dourados