Menu
Busca segunda, 16 de julho de 2018
(67) 9860-3221
BRASIL

CPMI da JBS no Congresso vai ouvir Ricardo Saud amanhã

30 outubro 2017 - 19h50Por Agência Câmara

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga a JBS ouve nesta terça-feira (31) o ex-diretor de relações institucionais do grupo J&F Ricardo Saud. A J&F é a holding que controla empresas como a JBS, Brasil Celulose e Banco Original, pertencentes à família Batista.

Ricardo Saud foi preso junto com o empresário Joesley Batista no começo de setembro após pedido, feito pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot, ser acatado pelo relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin. 

Saud, que atualmente está preso na Penitenciária da Papuda, no Distrito Federal, fechou acordo de delação premida com o Ministério Público Federal.

O depoimento atende a requerimentos dos deputados Paulo Pimenta (PT-RS), João Rodrigues (PSD-SC) e Izalci Lucas (PSDB-DF) e do senador Ataídes de Oliveira (PSDB-TO), presidente da CPMI da JBS.

"Ele tem muita coisa a falar e acho que vai ser importante nesse processo da CPMI", avaliou Izalci Lucas. O deputado Paulo Pimenta lembrou que Saud ficou nacionalmente conhecido como o “homem da mala” por ter sido filmado pela Polícia Federal entregando uma mala com R$ 500 mil para o ex-deputado federal Rocha Loures.

Já o deputado João Rodrigues ressaltou que gravações de áudio posteriores entre Joesley e Saud mostraram que informações sobre irregularidades foram omitidas na delação premiada.

Por sua vez, Ataídes de Oliveira disse que, segundo órgãos da imprensa, Saud teria ajudado Edson Fachin a conseguir apoio de senadores para sua indicação ao STF.

A pedido da CPMI, o próprio ministro Fachin autorizou o depoimento de Saud, que está preso preventivamente.

Ex-presidente da CEF

Na semana passada, os parlamentares ouviram o ex-presidente da Caixa Econômica Federal (CEF) Jorge Hereda. Na ocasião, ele negou a existência de irregularidades na liberação de empréstimos ao grupo J&F e disse que todas as operações eram aprovadas por órgãos colegiados e passavam pelo crivo de mais de 50 técnicos.

A audiência será realizada a partir das 9 horas, no plenário 2, da ala Nilo Coelho, no Senado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Professores temporários podem emitir certidões on-line
DOURADOS
Polícia prende assassino de mecânico morto a pauladas
CAMPO GRANDE
Gestante “bate à porta” dos bombeiros para conseguir socorro
QUARTA-FEIRA
Empreendedores de Dourados recebem curso de gestão de loja
LINHA SUCESSÓRIA
Cármen Lúcia assume Presidência pela 3ª vez nesta terça-feira
DIREITO
Comarca de Bela Vista abre inscrições para seleção de estagiários
PARCERIA
Sicredi e Sebrae realizam rodada de negócios na Capital
DOURADOS
Neuróbicas para fazer com seu filho nas férias
TREINOS
Subir escada é bom para emagrecer? Descubra!
REGIÃO NORTE
Roteiros para conhecer o Amazonas

Mais Lidas

ACIDENTE
Douradense morre horas depois de cair do cavalo em fazenda
DOURADOS
Homem é assassinado na porta da própria casa
RESIDENCIAL BONANZA
Homem atropela casal em Dourados após ser contrariado
BUSCAS
Pai busca notícias sobre filho adolescente desaparecido em Dourados