Menu
Busca sexta, 22 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
BRASIL

CCJ encerra etapa de discussão de denúncia contra Temer

18 outubro 2017 - 15h35Por Agência Brasil

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara concluiu hoje (18) a etapa de discussão da segunda denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República contra o presidente Michel Temer, acusado pelos crimes de obstrução da justiça e organização criminosa. A segunda acusação também recai sobre os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, da Secretaria-Geral da Presidência.

Desde ontem (17), mais de 60 deputados se manifestaram sobre o parecer elaborado pelo relator Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) que apresentou voto pela inadmissibilidade das acusações imputadas contra Temer e os ministros de seu governo. Apenas 13 oradores se manifestaram favoráveis aos acusados.

O relatório de Andrada foi criticado pela maioria dos oradores, que argumentaram que há elementos graves suficientes para encaminhar a denúncia para investigação. Já representantes da base aliada sustentaram que as provas são frágeis e que nem o presidente nem os ministros devem ser afastados por acusações feitas por delatores criminosos.

Votação nominal

Encerrada a discussão, os deputados farão um intervalo e, em seguida, o relator e os advogados dos acusados terão 20 minutos para responder às críticas e colocações feitas pelos debatedores. Depois da apresentação das réplicas, os deputados poderão votar o relatório. A votação será nominal.

Para seguir a plenário, o parecer de Andrada deve ser aprovado por maioria simples (34 votos) do total de 66 deputados da comissão. Se for rejeitado, o presidente da comissão designará outro relator que deve apresentar um parecer com mérito divergente do relatório vencido.

A votação em plenário deve ocorrer na semana que vem. No plenário, a denúncia só será autorizada a seguir para o Supremo Tribunal Federal (STF) se receber o apoio de pelo menos 342 deputados, o equivalente a dois terços do total de 513 parlamentares da Casa, conforme determina a Constituição Federal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UFGD
'Clube da Leitura' retorna hoje com 'As Meninas', de Lygia Fagundes Telles
COSTA RICA
Mototaxista some ao aceitar levar passageiro em chácara
ELEIÇÕES
Candidatos à Reitoria da UFGD ainda participarão de três debates
RURAL
Ministério da Agricultura prepara MP que muda inspeção sanitária
UEMS
Palestra sobre meditação será nesta sexta-feira em Dourados
LEÃO
Entrega da declaração do Imposto de Renda 2019 começa dia 7 de março
IGUATEMI
Homem é preso após simular suicídio da namorada que matou enforcada
TEMPO
Sexta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
UAU
Bruna Griphao deixa tanquinho à mostra durante passeio na cachoeira
RORAIMA
Venezuela fecha fronteira com o Brasil no horário determinado por Maduro

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
Prorrogadas inscrições em processo seletivo para contratação de Assistentes de Atividades Educacionais
MAIS UM
Délia exonera secretário de Saúde e adjunta assume o posto
TURISMO
Deputado "mata" trabalho para passar nove dias em peregrinação
AMAMBAI
Homem mata a ex-mulher a facadas na frente dos sete filhos