Menu
Busca terça, 26 de março de 2019
(67) 9860-3221
ELEIÇÕES 2018

Campanha de Bolsonaro entrega prestação de contas final ao TSE

09 novembro 2018 - 22h20Por Agência Brasil

A campanha do presidente eleito Jair Bolsonaro entregou nesta sexta-feira, dia 09 de novembro, a prestação final de contas, que deve ser julgada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) antes da diplomação, marcada para o dia 10 de dezembro.

Segundo o relatório final, a campanha do presidente eleito teve R$ 4,377 milhões em receitas, sendo R$ 3.728 milhões recebidos na modalidade “financiamento coletivo”. A campanha informou não ter gasto recursos do Fundo Especial de Financiamento, mantido com recursos públicos.

No entanto, R$ 615 mil reais foram repassados pelo partido político do candidato, R$ 113,6 mil dos quais provenientes do Fundo Partidário.

Do lado da despesa, a campanha informou ter gasto R$ 2,4 milhões, dos quais a maior parte (R$ 791,8 mil) foi contabilizada na rubrica “serviços prestados por terceiros”. Em seguida vêm os gastos com a produção de programas de rádio, televisão ou vídeo, em que foram pagos R$ 660 mil. Em terceiro, foram contabilizados R$ 345 mil em repasses a outros candidatos e partidos.

De acordo com os dados mais recentes do sistema de divulgação do TSE, a empresa que mais recebeu recursos foi a AM4 Brasil Inteligência Ltda (R$ 650 mil), cujo proprietário, Marcos Aurélio Carvalho, faz parte da equipe de transição de Bolsonaro.

A prestação de contas de Bolsonaro afirma ter gasto apenas R$ 470 com despesa de pessoal. Ao final, a campanha informou ter ficado com uma sobra de campanha de R$ 1,565 milhão.

Pouco depois da entrega do relatório final, o TSE publicou edital para que candidatos, partidos, Ministério Público ou qualquer outro interessado possa impugnar (questionar) a prestação de contas. O prazo se encerra às 23h59 de segunda-feira (12). No total foram entregues pela campanha de Bolsonaro 140 megabytes de arquivos. Todos os dados podem ser consultados aqui.

Segundo a resolução que normatiza o assunto, a “impugnação à prestação de contas deve ser formulada em petição fundamentada dirigida ao relator ou ao juiz eleitoral, relatando fatos e indicando provas, indícios e circunstâncias”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA POLÍTICA DE PREÇOS
Petrobras vai reajustar diesel com intervalo mínimo de 15 dias
CAARAPÓ
Homem é assassinado a tiros por vizinha no bairro Shalon
CAPITAL
Homem cai em golpe de falsa pesquisa de satisfação e perde R$ 37 mil
JUSTIÇA
Pensão alimentícia é devida caso filho decida fazer faculdade
DOURADOS
Temperatura volta a ultrapassar 33°C e calor deve permanecer nesta semana
ESTELIONATO
Libanês é preso em Dourados após tentar aplicar golpe em banco
MATO GROSSO DO SUL
Portador de síndrome tem direito a tratamento em domicílio
COTAÇÃO
Dólar fecha em alta de olho na reforma da Previdência
BRASIL
Governo federal elabora plano de recuperação fiscal, sinaliza Guedes
CAMPO GRANDE
Homem morre horas após ser resgatado em Córrego

Mais Lidas

POLÍCIA
Corpo em avançado estado de decomposição é encontrado em Dourados
DOURADOS
Após brigar com a mulher, motorista bêbado invade e destrói oficina na Monte Alegre
DOURADOS
Corpo encontrado no Flor de Maio estava há cerca de 30 dias no local
PARABELLUM
Operação cumpre mandados de busca e apreensão em Dourados