Menu
Busca quinta, 21 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
REFORMA

Câmara mantém fórmula de cálculo que deixa aposentadorias menores

12 julho 2019 - 20h05Por Agência Brasil

O plenário da Câmara dos Deputados rejeitou dois destaques do PT que pretendiam reverter a mudança na fórmula de cálculo das aposentadorias da reforma da Previdência. Com a decisão, está mantida a fórmula aprovada no texto-base, que considera o valor de 60% da média de todos os salários para quem se aposenta com o tempo mínimo de contribuição, com a elevação de dois pontos percentuais a cada ano adicional de contribuição.

O primeiro destaque, que pretendia manter a fórmula atual, que despreza os 20% das menores contribuições, foi rejeitado por 346 votos a 131. O segundo, que manteria a aposentadoria integral em todos os casos, foi rejeitado por 340 votos a 129.

No momento, o plenário analisa uma emenda para alterar a redação da emenda aprovada ontem (11) que suavizou as regras de pensões por morte. Eles querem especificar que a renda citada no cálculo das pensões vem de fonte formal (com salário de carteira assinada ou com benefícios do governo).

O texto-base tinha um trecho que permitiria ao pensionista receber menos de um salário mínimo se alguém na família tivesse outra fonte de renda. Agora, a renda que contará para o cálculo da pensão será apenas do viúvo ou da viúva. Caso o pensionista tenha um salário formal, receberá apenas 60% do salário médio do cônjuge falecido, mas, se perder a renda e cair na informalidade, a pensão automaticamente subirá para um salário mínimo.

Essa é a última emenda que falta para encerrar a votação da reforma da Previdência em primeiro turno, cuja discussão começou na terça-feira (9). Em seguida, a comissão especial da reforma reúne-se para votar o texto em segundo turno.

O presidente da comissão especial, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), convocou sessão para as 20h30. Ele informou que pretende concluir ainda hoje a votação do novo texto, após a aprovação de emendas e de destaques no plenário. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

RIO BRILHANTE
Homem é preso tentando pagar conta de água com dinheiro falso
MATO GROSSO DO SUL
Nota MS Premiada é aprovada em 1ª discussão na Assembleia
AMAMBAI
Equipe indígena participa pela segunda vez dos Jogos Escolares da Juventude
BRASIL
Senadores podem apoiar PEC para disciplinar prisão em 2ª instância
DOURADOS
Homem é preso e multado em R$ 7 mil por pássaros em gaiolas
EDUCAÇÃO
MEC anuncia três escolas militares em Mato Grosso do Sul
LEGISLATIVO
Assembleia recebe três projetos do Poder Executivo
ESTRUTURA DE GOVERNO
Governo Presente continua reuniões durante a tarde em Dourados
DOURADOS
“Nota Dourada” é aprovada pela Câmara e deve ser lançada pela prefeita ainda este ano
SAÚDE PÚBLICA
“Estamos completamente em dia com Dourados”, diz Geraldo sobre repasses

Mais Lidas

TENTATIVA DE FEMINICÍDIO
Ex esperou mulher chegar de curso para tentar matá-la no Estrela Verá
DOURADOS
Corregedoria abre sindicância para apurar ação da Guarda que terminou em morte
DOURADOS
Secretaria de Saúde contrata pessoal para limpeza com salários de R$ 1 mil a R$ 1,4 mil
JÚRI POPULAR
Primeira tentativa de feminicídio do ano ocorre às vésperas de julgamento por crime de 2018