Menu
Busca quinta, 20 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Bancada evangélica diz que não votará até esclarecer 'kit gay'

17 maio 2011 - 20h05

Vice-presidente da Frente Parlamentar Evangélica, o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) disse nesta terça-feira que a bancada evangélica, composta por 74 deputados, não votará "nada", nenhum projeto na Câmara, até que o governo recolha vídeos anti-homofobia.

Esse material, que ainda está sob análise do Ministério da Educação, poderá ser distribuído para alunos do ensino médio das escolas públicas.

Segundo o deputado, a decisão da bancada evangélica foi tomada durante uma reunião na tarde desta terça-feira. Garotinho fez as ameaças no plenário da Câmara e foi apoiado por outros deputados.

"Esses livros ensinam inclusive a fazer sexo anal", disse. "Não se vota nada enquanto não se recolher esse absurdo", completou.

De acordo com o MEC, o kit de combate à homofobia nas escolas deverá ser composto de três vídeos e um guia de orientação aos professores. A ideia, ainda em análise, é enviá-los a 6.000 escolas de ensino médio no segundo semestre de 2011.

Com duração média de 5 minutos, os vídeos serão trabalhados em sala de aula pelos professores e não serão distribuídos aos alunos. O material irá tratar dos seguintes temas: transexualidade, bissexualidade e a relação entre duas meninas lésbicas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Justiça cassa mandato de vereadora denunciada por pedir R$ 80 mil em propina
FAMOSA
Solteira, Fernanda Paes Leme desabafa: “Está difícil se apaixonar”
DOURADOS
Mulher tem bolsa e bicicleta levadas em assalto no Jardim Água Boa
DOURADOS
Entretenimento e Tecnologia alinhados foi conceito de criação de um dos ambientes mais visitados da Unigran Decor
CAMPO GRANDE
Defesa quer anular julgamento de PRF condenado por matar empresário
DOIS IRMÃOS DO BURITI
Advogado de preso em sumiço de cocaína é flagrado com carro roubado na BR-262
BRASIL
Justiça Federal em SP condena filhos de Paulo Maluf por lavagem de dinheiro
Os filhos Flávio, Ligia e Lina Maluf foram condenados e podem recorrer em liberdade. Defesa diz que vai recorrer.
DOURADOS
Dono de conveniência é preso após vender bebida para adolescentes de 12 e 13 anos em Dourados
NOVA ANDRADINA
Carro capota e condutor tem ferimentos leves na MS-134
DOURADOS
“Me passa a bolsa”: mulher é vítima de assalto ao sair de danceteria no Centro

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente é atropelado, sofre traumatismo e corre risco de morte
RESERVA INDÍGENA
Casal é preso pelo assassinato de tio e sobrinho em Dourados
OPORTUNIDADE
Exército abre inscrições para temporários em MS, MT e GO
DOURADOS
Polícia fecha 'boca' e prende três por tráfico no Jardim Pantanal