Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Azambuja critica ação do governo que trará prejuízo bilionário ao País

29 novembro 2012 - 19h00

O deputado Federal Reinaldo Azambuja (MS) criticou hoje na Comissão de Agricultura da Câmara, o comunicado conjunto do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais e do Ministério da Agricultura que proíbe a pulverização aérea dos agrotóxicos que contenham os princípios ativos: Imidacloprido, Tiametoxam, Clorianidina ou Fipronil, necessários ao controle parasitário do percevejo nas cultura de soja, algodão, arroz e trigo.

Segundo Azambuja, a revogação do uso das substâncias já autorizadas nacionalmente e amplamente usadas na agricultura é arbitrária e representa um desrespeito aos agricultores. Ele lembrou ainda que além da revogação das autorizações existentes, não existem estudos no Brasil que comprovem ou justifiquem o risco iminente a flora, fauna ou a seres humanos, como foi alegado pelo governo ao adotar a medida.

O parlamentar também alertou que a proibição do uso das substâncias na aplicação aérea trará prejuízos superiores a R$ 20 bilhões na safra 2012/13. Atualmente aproximadamente 27 % do controle de percevejos da área de soja do Brasil é efetuado por aplicação aérea, e não há como substituir de imediato pela modalidade terrestre, o que poderá causar perdas de até 4,2 milhões de toneladas na safra 2012/13, ou seja, prejuízos aproximados de R$ 5,92 bilhões.

"Isso é um desrespeito com o produtor, e eu me pergunto, como vamos fazer essa substituição no plantio do arroz irrigado?", indagou, alertando que os prejuízos podem ser ainda maiores, já que a partir de agora, os produtores podem ser notificados e multados.

Reinaldo acredita que a discussão deve ser mais ampla e espera que o IBAMA e o Ministério da Agricultura repensem o comunicado, com urgência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Sabrina Sato posa em ensaio de moda praia: "de boa já com o biquíni"
NOVA ANDRADINA
Polícia fecha "boca de fumo" chefiada por adolescente de 17 anos
PGR
Procurador de Mato Grosso do Sul disputa sucessão de Raquel Dodge
ENERGIA ELÉTRICA
Aneel reajusta valor das bandeiras tarifárias; maior é de 50% na amarela
PANTANAL
Empresários realizam encontro da pesca em apoio a cota zero
BRASIL
Senado aprova regulamentação da profissão de cuidador de idosos
CRIME AMBIENTAL
Paranaense é autuado em R$ 12 mil por armazenamento de madeira ilegal
CONCURSO
IBGE lança edital com 209 vagas de recenseador e agente censitário
CAPITAL
Travesti é suspeita de matar vendedor de 48 anos com 14 facadas
SELEÇÃO
UEMS abre inscrições para processo seletivo de professores temporários

Mais Lidas

ITAPORÃ
PM da reserva morre em acidente próximo a ponte do Rio Santa Maria
DOURADOS
Comissão vota contra o próprio parecer e Idenor se salva de cassação
EDUCAÇÃO
Inscrições do Encceja 2019 começam nesta segunda-feira
DOURADOS
Ex-líder da prefeita Délia Razuk é alvo de pedido de cassação